segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

OS VERDADEIROS HOMENS DE PRETO - Caçadores de ÓVNIs (Extraterrestre) - D...

Grupo criado para discussões, estudos, pesquisas e divulgação de materiais exclusivamente ufológicos.


  • Pesquisando o objeto estelar Oumuamua.

    A imagem pode conter: noite

    Universo 25

    23 h

    Conte algo para nós, Oumuamua

    Astrônomos "ouvirão" objeto interestelar em busca de vida inteligente

    Os astrônomos ainda estão intrigados desde que o telescópio da Universidade do Hawaii descobriu o asteróide Oumuamua passando a 10 mil quilômetros por hora — muito rápido para ser capturado pela gravidade do Sol — em meados de agosto.

    Essa trajetória incomum faz parecer que ele foi jogado em nosso sistema solar de alguma altura interestelar, ganhando um impulso que teria um efeito de estilingue, antes de seguir caminho pelo nosso Sistema Solar.

    O formato do “primeiro mensageiro” — significado de Oumuamua em havaiano — também chama atenção. Uma agulha gigante, com 800 metros de comprimento por 80 de largura, que gira em torno do seu próprio eixo a cada sete horas e 20 minutos.

    “Pesquisadores trabalhando em transporte espacial de longa distância já haviam sugerido que o formato de agulha é a arquitetura mais provável para uma espaçonave interestrelar”, afirma um comunicado emitido pela Breakthrough Listen, um programa astronômico global que busca evidências de civilizações fora da Terra.

    Acreditando na possibilidade do asteróide ser um artefato extraterrestre, o programa vai, a partir desta quarta-feira, às 18h (horário de Brasília), utilizar o telescópio Robert C. Byrd Green Bank para tentar escutar o “primeiro mensageiro”.

    A ideia é passar dez horas seguidas com os sensores do telescópio direcionados para o Oumuamua na tentativa de captar algum sinal de rádio que indique não se tratar somente de um gigante pedaço de pedra espacial.

    No momento da observação, o objeto estará a uma distância equivalente a duas vezes o trajeto entre a Terra e o Sol. É cerca de 50 vezes mais perto que o artefato humano mais distante, a Voyager 1. Nessa região, o telescópio do Green Bank levaria apenas um minuto para captar uma transmissão com a potência de um celular comum.

    Para os pesquisadores, mesmo se nenhum sinal de rádio ou qualquer outra evidência de vida extraterrestre for encontrado, os esforços não serão à toa. É a chance de observar o Oumuamua em espectros de radio ainda não cobertos, além de verificar a possibilidade do objeto carregar água e entender sua composição. Resta aguardar o resultado.
    http://revistagalileu.globo.com/…/astronomos-ouvirao-objeto…

  • Fonte: https://www.facebook.com/groups/pesquisasufo/permalink/1752961671665875/

  • quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

    segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

    Pioneira da pesquisa ufológica russa e píloto de provas faleceu

     

    dezembro 01, 2017


    Marina Popovich, heroína da União Soviética e grande nome da Ufologia russa
    Marina Popovich era um dos grandes nomes da Ufologia russa, além de piloto condecorada e detentora de vários recordes mundiais de aviação
    Marina Popovich, conhecida como "Madame Mig" devido aos feitos que obteve como piloto de provas, faleceu na Rússia aos 86 anos. Nascida em 1937 ela se alistou na Força Aérea russa após a Segunda Guerra Mundial movida pelos crimes de guerra nazistas na região em que nasceu, principalmente seu vilarejo natal na região de Smolensk. Ela afirmou certa vez em entrevista para a televisão que sua família escapou do massacre somente graças as ação de milícias russas que operavam no local. Marina tinha somente 16 anos quando escreveu ao ministro Voroshilov da Defesa pedindo para ser piloto profissional, o que na época era vetado para as mulheres.
    A moça chegou a mentir a respeito da idade, afirmando que tinha 22 anos, o que até hoje causa confusão quando se escreve a respeito de sua carreira. Finalmente, em 1961, ela se tornou a primeiro piloto de testes mulher do país, e em 1964 piloto de testes militar. Em 1965 atingiu, pilotando um Mig-21, a velocidade de 2.320 km/h. Ao longo de sua carreira como piloto, Marina Popovich voou 40 tipos diferentes de aviões e helicópteros, estabelecendo 102 recordes mundiais. Dez destes foram obtidos com o Antonov An-22 Antei, avião cargueiro pesado que é o maior avião turboélice do mundo. Seu primeiro marido foi o cosmonauta Pavel Popovich, com quem teve duas filhas, Natalya e Oksana.

    Marina se aposentou como piloto em 1984 com 6.000 horas de voo, e passou a se dedicar à busca por vida extraterrestre e estudo ufológico. Afirmava que em três ocasiões tivera experiências de avistamentos de discos voadores, sendo a primeira em 1962. Além disso colheu diversos relatos de avistamentos ao redor do mundo. Em seu livro UFO Glasnost ela escreveu que pilotos soviéticos civis e militares tiveram mais de 3.000 avistamentos de UFOs, e que a KGB mantinha os restos de cinco naves alienígenas que caíram no território do país escondidos. Ela dizia: "Acredito que os UFOs existem, e seu comportamento é lógico, e sua origem é artificial. Também cheguei à outra conclusão e faço um alerta, é necessário ser cauteloso durante um encontro com UFOs, pois às vezes essas ocasiões podem ser trágicas", conforme escreveu em seu livro de 2003 UFOs over Planet Earth. Marina Popovich recebeu as mais altas honrarias, como Heroína do Trabalho Socialista e a Ordem da Coragem, e deixa um grande exemplo para a Ufologia Mundial.

    Marina Popovich estabeleceu vários recordes mundiais de aviação

    Fonte: https://ufos-wilson.blogspot.com.br/2017/12/pioneira-da-pesquisa-ufologica-russa-e.html

    quinta-feira, 30 de novembro de 2017

    Brasil: Pedra do Inga, evidencias ufológicas na nossa pré-história, final


    Posted by Thoth3126 on 21/11/2017

    Evidencias Ufológicas no Brasil Remoto, parte 2 – final

    Suas pinturas e baixos relevos mostram uma grande variedade de figuras que lembram gigantes aquáticos, deuses mitológicos, seres estranhos e representações parecidas com objetos voadores. Quando ali chegamos ficamos estupefatos com tamanha profusão de símbolos e figuras variadas, diferindo-se muito das petrogravuras que são encontradas em outros lugares da Terra, obra de homens primitivos e que, geralmente, se utilizaram de pigmentos em vermelho, retratando animais, cenas de caça e sinais menos sofisticados. …

    Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

    Brasil: Pedra do Inga, evidencias ufológicas na nossa pré-história, final

    Acesse a primeira parte: http://thoth3126.com.br/pedra-do-inga-evidencias-ufologicas-na-antiga-pre-historia-do-brasil/

    Via Fanzine – www.viafanzine.jor.br

    Por J.A. Fonseca, Barra do Garças, Mato Grosso.

    MINAS GERAISÉ provável que Montalvânia seja uma das localidades do Brasil, onde mais se adensam os mistérios sobre o homem primitivo que aqui viveu em passado remoto. O fato de já existirem certas “explicações” acadêmicas sobre as inscrições e desenhos encontrados em suas grutas não quer dizer que sua origem e seu significado tenham sido suficientemente esclarecidos.

    Alguns registros encontrados em suas pedras milenares permitem levantar hipóteses variadas e até mesmo supor que acontecimentos de transcendental importância teriam sido percebidos também por aqueles homens.

    Não podemos compreender, que em condições normais, os temerosos moradores daquela região, pudessem ter sido capazes de deixar gravado em pedra tantas imagens e de caráter tão controvertido, para não dizer, difícil de serem reproduzidas por alguém que as tivesse criado por causa exclusiva da ociosidade em que vivia.

    À direita: Detalhe das insculturas de Montalvânia.

    Montalvânia é uma pequena cidade que fica quase na divisa de Minas Gerais com o Estado da Bahia. É rodeada por inúmeras formações rochosas. São pequenas elevações pétreas da cor acinzentado-escuro, onde podem ser encontradas diversas grutas e cavernas com suas insculturas desconcertantes.

    Fundada por Antonio Lopo Montalvão, suas ruas possuem nomes de filósofos e pensadores como Descartes, Rui Barbosa, Einstein, Arquimedes, Galileu etc. Ficamos sensibilizados quando nos hospedamos num hotel à Rua Zoroastro e passeamos pela Praça Cristo Rei e Buda, pelas avenidas Confúcio, e Mama Cocha.

    Suas pinturas e baixos relevos mostram uma grande variedade de figuras que lembram gigantes aquáticos, deuses mitológicos, seres estranhos e representações parecidas com objetos voadores. Quando ali chegamos ficamos estupefatos com tamanha profusão de símbolos e figuras variadas, diferindo-se muito das petrogravuras que são encontradas em outros lugares da Terra, obra de homens primitivos e que, geralmente, se utilizaram de pigmentos em vermelho, retratando animais, cenas de caça e sinais menos sofisticados.

    É certo que Montalvânia guarda muitos segredos a serem desvelados e que sua antiguidade é notória. Ao que parece, tão cedo, seus mistérios não serão explicados pelos pesquisadores, em face à sua insofismável estranheza e denotada expressividade. De qualquer forma, este acervo arqueológico tem maior chance de ser preservado da sanha destruidora do mundo contemporâneo do que outros, pois seu acesso é muito difícil e só pode ser alcançado através de caminhadas por trilhas e picadas abertas pelo mato adentro.

    O grande investigador que foi Montalvão afirmava que a primeira civilização da Terra havia surgido naquele local, tomado por um grande lago que cobria uma vasta região. Disse que havia três raças dominantes: uma branca, uma negra e uma vermelha. Esta última era uma raça de gigantes, seres voadores, que possuíam força descomunal e foram os responsáveis por grandes construções em pedra.

    Montalvão afirma que nas cavernas de Montalvânia existem deuses gravados em pedra, os quais, muito tempo depois a Grécia adotaria em seu panteão e os colocaria no Olimpo. Um exemplo disto é o deus com garras nas mãos e rabo de peixe, que afirma tratar-se do deus das águas, Poseidon, onde em sua caverna guarda um sem número de registros pictóricos, em baixo relevo e de grande expressividade.

    Acima e abaixo: A PEDRA DO INGÁ, no Brasil e suas misteriosas inscrições. A Pedra de Ingá, ou Itacoatiara, é formada por blocos de gnaisse divididos em três paineis, tendo o bloco principal dimensão de 24 metros de comprimento por 3,8 m de altura. Há muitos sulcos e pontos capsulares seqüenciados, ordenados, que lembram constelações de estrelas, embarcações, serpentes, fetos e variados animais e simbologia ainda desconhecida em seu significado, todas parecendo o modo que os indígenas ou os visitantes de outras latitudes (ou de outros planetas) tinham para anunciar idéias ou registrar fatos e lendas, que apresenta um grande potencial turístico e cultural, entretanto explorado de maneira extremamente irregular.

    As teorias de Montalvão podem parecer extravagantes, porém, as petrogravuras que se acham nas grutas e cavernas de Montalvânia não dizem o contrário. São tão inexplicáveis e intrigantes que lá estão, aguardando um pouco de ousadia dos pesquisadores para compreendê-las e dar uma explicação mais coerente sobre sua existência e sobre o que pretendem relatar, concorrendo assim para a elucidação de seus mistérios.

    Montalvânia e seus registros pictóricos desafiam a mente humana, exigindo-se até mesmo uma revisão na história dos povos antigos do Brasil e da forma de análise objetivada pela arqueologia. Como testemunhas vivas, suas eloqüentes “gravuras pétreas” preservam imagens complexas de um passado remoto que insistimos em não querer compreender. Alguns destes “sinais” vão aqui representados como justificativa na abordagem deste texto sobre os mistérios arqueológicos do Brasil e sua misteriosa simbologia.

    Também em muitas outras cidades mineiras podem ser encontrados registros estranhos, que em nada se assemelham àquilo que aqueles moradores da época do sílex pudessem conhecer ou imaginar. Alguns dos desenhos encontrados em paredões desde o norte até o sul de Minas deixam à mostra, algo de estranho, como se esses homens estivessem tentando mostrar o que vinham percebendo nos céus do Brasil ou vendo descer até o chão, para o seu espanto.

    Faremos a seguir, uma breve demonstração de alguns destes registros inusitados para reflexão do leitor.

    São Thomé das Letras

    Jequitaí e Varzelândia

    Montes Claros

    MATO GROSSOO Estado de Mato Grosso é também muito rico em inscrições de cunho desconhecido, para não falar dos estranhos acontecimentos que ocorrem em algumas de suas regiões, principalmente os locais mais próximos da Serra do Roncador. Existem muitas coisas que não podemos ainda compreender, apesar do avanço tecnológico e dos conhecimentos científicos que o homem já conseguiu dominar, especialmente quando nos deparamos com certas “descobertas” na região e uma aura de mistério se adensa sobre a real condição da vida no passado da Terra.

    Em uma de nossas viagens, pudemos ver na cidade de Barra do Garças, um objeto encontrado em uma das cavernas próximas, que mais se parecia com uma espécie de “fóssil” de uma peça de um maquinário desconhecido. O estranho disto tudo é que esta era constituída por várias chapas perfuradas e ajustadas com parafusos, arruelas e porcas, como as que conhecemos hoje, porém, se achava petrificada. Segundo fomos informados a referida “peça” teria sido encontrada numa região próxima, onde já teriam sido localizados outros objetos semelhantes, fora de época.

    Monumentos pétreos da Serra do Roncador: vestígios de antiga civilização?

    Em toda a região da Serra do Roncador existem registros rupestres de caráter excepcional e formações rochosas muito interessantes, assemelhando-se a esfinges e edificações monumentais. Seu mistério se liga à crença dos mundos subterrâneos e segundo alguns, certas inscrições são indicações que velam a passagem para estas regiões ignotas.

    Apresentamos abaixo algumas destas representações:

    Também no município de Paranaíta, no norte do Mato Grosso, pesquisadores brasileiros descobriram em toda a extensão de uma grande rocha calcinada, denominada Pedra Preta, diversos riscos que pareciam ter sido traçados por hábeis mãos em um passado muito remoto.

    Percorrendo com giz estas linhas em baixo relevo, foram se desvelando uma plêiade de desenhos variados, alguns gigantescos, representando animais, figuras variadas, círculos e outras inscrições de caráter desconhecido, assemelhando-se a um grande registro a céu aberto – conforme as duas representações à direita na imagem acima.

    REGISTROS ‘BRASILISMuitos outros Estados brasileiros também têm mostrado, a cada dia, novas descobertas de atividades pré-históricas, representadas nas mais diversas modalidades e revelando as mais inusitadas figuras e formas de expressão. Abaixo queremos demonstrar algumas reproduções destas impressões gravadas em pedra, às quais podemos atribuir semelhanças a objetos em vôo ou cujo formato se aproximam dos tão discutidos discos voadores e OVNIs.

    Estado de Goiás

    Estados da Bahia, Santa Catarina e São Paulo

    São inúmeras as manifestações rupestres no Brasil e estas se manifestam de Norte a Sul do país, em grande quantidade e força de expressão. Fizemos aqui apenas uma ligeira demonstração de sua complexidade, pois deixam ver que muitos são os mistérios que envolvem o passado de nosso planeta.

    Ficamos perplexos diante de tais expressões de “arte” e ficamos a imaginar o que teria levado esses antigos habitantes das terras brasilis a registrar estas imagens incomuns que tanto os impressionaram. Talvez, para que estas fossem eternizadas, através dos tempos nos registros em pedra bruta e revelassem algo sobre o passado longínquo da Terra.

    Não é nossa pretensão explicar tais manifestações, mas apresentá-las aos interessados no assunto. Teriam elas sido decorrentes de fenômenos inexplicáveis observados por nossos antepassados ou será mesmo que faziam parte de seu cotidiano? Em face disto, é nossa obrigação pesquisá-las diante dos instrumentos que já possuímos, de forma que sejam observadas sob outras perspectivas que não as somente adotadas pelo academismo oficial, que insistem em não dar atenção a certas representações pouco comuns em achados arqueológicos.

    Em síntese, este trabalho quis apenas mostrar evidências de que certos sinais gravados pelo homem primitivo, muito se assemelham aos famosos “discos voadores” e OVNIs ou a uma tecnologia desconhecida do homem contemporâneo. Neste caso, focalizamos o território brasileiro, cujas rochas milenares as preservaram, como uma prova contundente e de grande eloqüência, para que os hodiernos pesquisadores pudessem compreender a história verdadeira dos tempos mais remotos do Brasil.

    * J.A.Fonseca é economista, aposentado, escritor, conferencista, estudioso de filosofia esotérica e pesquisador arqueológico, já tendo visitado diversas regiões do Brasil. É presidente da associação Fraternidade Teúrgica do Sol em Barra do Garças–MT,articulista do jornal eletrônico Via Fanzine (www.viafanzine.jor.br) e membro do Conselho Editorial do portal UFOVIA.

    – Fotos & reproduções: J. A. Fonseca.

    Fonte: https://thoth3126.com.br/brasil-pedra-do-inga-evidencias-ufologicas-na-nossa-pre-historia-final/#more-58220

    Crop Circle de Enki-Ea na Italia


    Designed by Contexture International | http://www.contextureintl.com

    5-7 minutos


    Enki

    Encontrado Crop Circle sobre ENKI-EA na Itália, em Poirino, próximo à Turim.

    Enki-Ea, entre os sumérios, era o deus do abismo (o Abzu) das águas doces (dos rios, canais e da chuva).

    A água  para os sumérios tinha um significado também relacionado com o conhecimento ou a sabedoria.

    Por este motivo Enki-Ea era também conhecido como o deus do conhecimento e da sabedoria, portador dos segredos da vida e da morte e o criador do Adamu, o homem de “barro”.

    Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

    Encontrado Crop Circle sobre ENKI-EA na Itália, em Poirino, próximo à Turim.

    Um Crop Circle foi descoberto na região de Poirino no norte da Itália em 20 de junho de 2011. O desenho se assemelha a uma grande flor com sete pétalas e uma estrela de sete pontas no centro.

    Irradiando a partir de entre cada par de pétalas existe uma linha de oito círculos. De acordo com análise de cropcircleconnector.com, cada linha de círculos representa uma seqüência de zero (0) e um (1) que codificam uma letra alfabética de acordo com o sistema binário (American Standard Code Information Interchange) ASCII.

    June 20, 2011, crop formation in Poirino, Italy. Aerial image © 2011 by Concesso l’uso a Space Freedom.

    Indo no sentido horário em torno da formação, as letras codificadas representada em código binário ASCII significam: “ENKI-EA”, de acordo com o site cropcircleconnector.com, que é o nome de um antigo deus sumério, uma antiga civilização que se desenvolveu na Mesopotâmia, hoje o Iraque, entre os rios Tigre e Eufrates.

    enki01

    Enki-Ea, entre os sumérios, era o deus do Abzu, o Abismo, das águas doces (dos rios, canais e da chuva). A água  para os sumérios tinha um significado também relacionado com o conhecimento ou a sabedoria. Por este motivo Enki era também conhecido como o deus do conhecimento e da sabedoria, portador dos segredos da vida e da morte e o criador do Adamu, o homem.

    ENKI-EA, o deus do Abzu (o Abismo), das águas seria o responsável pela criação do ser humano atual, em laboratório, um ser híbrido com a própria espécie extraterrestre do povo de ENKI-EA, vindos do planeta NIBIRU e chamados na Bíblia como Annunakis/Nephilins. Ele teria sido ajudado por outros dois “deuses” de NIBIRU, Ninhursag, sua esposa e seu filho Ningishzidda.

    O nome Enki significa “Senhor da Terra” (En significa “Senhor” e Ki significa “Terra”, em uma referência ao planeta Terra). Os seus símbolos iconográficos são o peixe e a serpente, o mítico Capricórnio (o qual se tornou um dos doze signos do zodíaco e cuja ideologia teve a sua base na civilização suméria)

    Em um cilindro da Suméria reproduzido acima vemos a equipe nibiruana de pesquisa constituída pelos “deuses”:  ENKI/EA de pé e sua esposa Ninhursag (Ninmah/Ninti) sentada segura no ar ADAMU, o homem híbrido Erectus Nibiran /Homo híbrido que eles fizeram e Ningishzidda (Filho de ambos) de joelhos à esquerda . Esta registrado em um tablete de argila:

    “As Minhas mãos fizeram isso!”  Ela gritou vitoriosamente.  Ninhursag (Ninti/Ninmah) a deusa também conhecida como Nintu=Senhora do Nascimento, que ajudou EA/ENKI a “criar” o homem (em laboratório) de “barro” na antiga Mesopotâmia, em tablete da suméria. Atrás dela a “Árvore da Vida”.

    Crop Circle formação em Poirino, Itália, Junho 20, 2011

    A cidade de Poirino é o local de diversas formações de Crop Circles elaborados que foram descobertos nos últimos anos. Há pouco mais de um ano atrás, em 11 de junho de 2010, um Crop Circle (círculo de cultura) de seis pétalas foi descoberto. Ele parecia representar o ciclo lunar, por um período de seis meses e na época foi a maior formação de Crop Circle jamais vista antes na Itália.

    Um dado interessante é que o Santo Sudário, o suposto lençol em que o corpo de Jesus foi posto após a crucificação, esta guardado bem próximo do local, em Turim, há apenas 20 quilômetros.

    crop-poirino2

    (Foto: ufospeak.com de 13 de junho de 2010 a formação em Poirino, Itália)

    Acima foto de outro Crop Circle encontrado quase no mesmo local, um ano antes, em Junho de 2010, que supostamente também esta codificada em linguagemn binária, bem como com o código decimal ASCII, e pode se encontrar a famosa fórmula de Einsten de E = MC2  (Energia é igual à matéria vezes a velocidade da Luz ao quadrado) nas partes exteriores do desenho, conforme indicado na foto.

    Livroperdidode-Enki

    Capa do “O Livro Perdido de Enki”, em que o próprio personagem Enki narra a história de sua chegada à Terra a 432 mil anos e a criação do homem.

    Os círculos fechados são supostamente o ciclo lunar durante um período de 6 meses e calendário lunar de 29 dias. E alguns analistas até supõe  que a estrela no meio é o nosso Sol e os círculos exteriores são nossas estrelas mais próximas.

    A parte central do desenho se parece com o nosso sol e estrelas próximas situadas ao longo da linha da Eclíptica durante seis meses do ano. Ainda que identificar cada estrela individualmente fosse uma tarefa difícil.


    Mais informações em :


    Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

    thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

    Fonte: https://thoth3126.com.br/crop-circle-de-enki-ea-na-italia/#more-58439

    Grifo meu: Enki era casado com Dankina, uma reptiliana, que teve os filhos: Marduk, Ningishzidda, Dumusi, Nergal.Ninhursag (Ninti/Ninmah era meia irmã de Enki e teve duas duas fihas com ele. EA-ENKI, juntamente com Marduk, criaram o Calendário de Nipú( calendário hebraico) e os três Zodíacos, um para ser visto do equador e os outros que são vistos dos polos norte e sul. Seu filho Ningishzidda criou o Calendário Maia.

    Por Jacinto Pereira

    Implantes Aliens, UFOs/OVNIs e abduções de seres humanos


    Posted by Thoth3126 on 28/11/2017

    Este é um artigo re-publicado que derrama luz sobre o maravilhoso trabalho que o Dr. Roger Lier fez enquanto ele ainda estava conosco. Para os nossos artigos mais recentes sobre o tema, você pode visitar a seção de exopolítica do nosso site.

    Tudo, desde o lançamento de documentos do governo, até testemunhos de alto nível de figuras militares e políticos do alto escalão provoca uma enorme onda de interesse no fenômeno OVNI de pessoas de todo o mundo.

    Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

    DOUTOR EM MEDICINA PODIÁTRICA EXPLICA EXTRAIR OBJETOS ALIENÍGENAS ENCONTRADOS DENTRO DO CORPO DE PESSOAS EM UMA AUDIÇÃO PÚBLICA SOBRE UFO/OVNIS

    Fonte: http://www.collective-evolution.com/

    Objetos  voadores não identificados (realizando manobras que desafiam nossa compreensão da física) são agora uma realidade confirmada. Os documentos oficiais do governo comprovam que o sistema da defesa e as agências governamentais estão examinando esse assunto já por por um tempo.

    Por exemplo, você pode visualizar o último lançamento de arquivos do Reino Unido a partir de junho de 2013 aqui. Para descobrir o que acontece quando os militares rastreiam um OVNI no radar, você pode clicar aqui. Você pode encontrar mais informações sobre isso da CE clicando  aqui. Pergunte a si mesmo, por que existe um alto nível de interesse das agências governamentais e militares sobre o assunto?

    A questão que as pessoas estão perguntando mudou de “existem UFOs” para “os UFOs são  espaçonaves extraterrestres?” Atribuir os fenômenos aéreos desconhecidos de hoje a arte extraterrestre pode ser um grande salto mental para alguns, mas o tamanho desse salto mental continua a diminuir. Há muitos fatores que estão contribuindo para essa diminuição, e um deles vem sob a forma de marcas no corpo e implantes extraídos de pessoas que alegaram ter contato com extraterrestres.

    Eu não estou dizendo que todos os OVNIs são extraterrestres, eu acredito que muitos deles também foram produzidos por seres humanos através de projetos altamente secreto, classificados e usando tecnologia reversa de espaçonaves alienígenas com recursos que provêm do orçamento negro. Eu também acredito que muitos desses implantes alienígenas encontrados e retirados de inúmeros contatados poderiam ter sido feitos por agências militares; mas novamente, eu gostaria de reiterar que a hipótese extraterrestre não é uma coisa apenas provável, você pode ler mais sobre a hipótese extraterrestre AQUI.

    “Há muitas fotografias de tais marcas encontradas pelo corpo, muitas das quais estão em um padrão de triângulo equilátero de pontos vermelhos no pulso ou perto do tornozelo. Também são comuns  marcas profundas”, nas quais parece que uma pequena quantidade de tecido foi removido por baixo da pele, deixando uma indentação.” -Richard Dolan ( OVNIs e o Estado de Segurança Nacional, Volume 2)

    O caso dos implantes extraídos é muito fascinante, eles são amplamente relatados por abduzidos e aqueles que tiveram experiência com OVNIs.

    Abaixo está um clipe do Dr. Roger Leir. um médico de medicina Podiatrica e, sem dúvida, o indivíduo mais conhecido em relação à extração de supostos implantes alienígenas. Ele realizou mais de quinze cirurgias que removeram dezesseis objetos separados distintos. Esses objetos foram investigados por vários laboratórios de prestígio, incluindo Los Alamos National Laboratories, New Mexico Tech e muitos outros. Infelizmente, ele faleceu em março de 2014, mas seu legado continua. O vídeoclipe foi retirado da audiência pública The Citizens Hearing On Disclosure sobre a divulgação, assim como o material a seguir, onde você pode encontrar mais informações sobre isso. Ele também falou no National Press Club em 2009, você pode ver esse vídeo aqui .

    Ao longo dos anos, ele descreveu o que encontrou em seu trabalho. Talvez um dos fatos mais fascinantes fosse que esses objetos eram de natureza magnética, alguns emitiam uma radiofrequência de 14,7 MHz. De acordo com o doutor Leir, eles eram “fixos, ou frequências móveis de espaço profundo”. Esta é uma frequência muito alta para um objeto muito pequeno com apenas milímetros de comprimento, aproximadamente o tamanho da ponta de um lápis.

    Lear também trabalhou com o Dr. Alex Mosier, um Ph.D. em química física. Alguns dos objetos que examinaram tinham pontos em comum com fragmentos de meteoritos, metais como o gálio, o germânio, a platina, o rutênio, o ródio e o irídio. Eles também observaram um “desvio do níquel das razões terrestres que o laboratório de análise não conseguiu explicar”. Alguns desses implantes continham níquel com uma relação isotópica não encontrada no planeta Terra.

    Eles também encontraram nano fibras muito semelhantes aos nano-tubos de carbono, o que sugere que os fragmentos foram projetados ou fabricados. Segundo o Dr. Mosier, “você não encontra essas coisas na natureza. eles precisam ser processados, projetados e não são fáceis de serem feitos”.

    Todos os indivíduos que ele estudou não tinham “nenhuma situação notável para entrada” para qualquer um dos objetos que ele havia removido. Também não houve formação notável de cicatrizes visíveis e nenhuma ruptura na integridade da pele. Todos os indivíduos testados positivos para raios-X e tomografias computadorizadas apresentavam objetos estranhos metálicos ou menos densos, e não havia sinais de inflamação que, segundo o Dr. Lier, fosse impossível. Todas essas cirurgias e testes foram feitos com um orçamento extremamente limitado, e para compreendê-lo ainda mais, teria que ter sido atribuído mais dinheiro para a análise dessas descobertas.

    Uma coisa permanece clara, há muitos que acreditam que o tópico UFO-OVNI se correlaciona diretamente com o fenômeno extraterrestre. Há relatórios em todo o mundo a partir de uma grande quantidade de pessoas cujas histórias parecem estar correlacionadas. Seja por meio de contato amigável ou abdução forçada, algo está definitivamente acontecendo, e parece haver várias raças de extraterrestres interagindo com a humanidade e um alto nível de interesse da agências militares e de inteligência em todo o mundo.

    Mais sobre a Hipótese Extraterrestre

    Apenas para esclarecer, “contatados” são geralmente aqueles que relataram experiências de contato “amigáveis” com extraterrestres, “abduzidos” são aqueles que tiveram o que eles percebem serem experiências terríveis, e os praticantes da abdução são aqueles que não consideram a experiência como “boa” ou “ruim”, mas simplesmente apenas uma experiência. É importante notar isso, porque várias pessoas relataram diferentes tipos de experiências com diferentes tipos de seres aliens.

    “Sim, houve recuperação de espaçonaves acidentadas e corpos (de alienígenas) recuperados … Nós não estamos sozinhos no universo, eles estão vindo aqui há muito tempo.” – Dr. Edgar Mitchell, ScD, 6º homem para andar na Lua ( fonte ) ( fonte )

    Ufos sobrevoam a Casa Branca

    A realidade é que algumas pessoas que afirmam ter tido contato com seres extraterrestres inteligentes realmente o tiveram. John Mack, um professor de Harvard, um psiquiatra e um ganhador do Prêmio Pulitzer enfatizam que:

    “Sim, são ambos. Esta literal e fisicamente acontecendo em certo grau; e também é algum tipo de experiência psicológica, espiritual que ocorre e se origina talvez em outra dimensão. E assim o fenômeno nos instiga, ou nos pede que investiguemos para nos abrirmos a realidades que não são simplesmente do nosso mundo físico literal, mas para estender a possibilidade de que existam outras realidades invisíveis para as quais a consciência, a nossa, se quiserem, esta aprendendo processos que nas últimos centenas de anos são fechados. “( fonte )

    Publicamos um artigo no início deste ano sobre John Mack, e mais de 60 crianças em idade escolar que presenciam seres não humanos e um desembarque de grandes espaçonaves. As crianças foram entrevistadas por ele, e foi uma história bastante notável com todas as crianças fornecendo histórias muito semelhantes. Até este dia, essas crianças falaram disso, um evento que ocorreu há mais de 20 anos …

    “Eles descreveram esses eventos como uma pessoa que fala sobre algo que aconteceu com eles. Posso dizer que essas são pessoas de mente sã, dizendo-me algo … “(citação continuada e tirada do vídeo vinculado abaixo) – Dr. John Mack, professor de psiquiatria, Harvard Medical School

    Você pode assistir ESTE vídeo de Mack entrevistando as crianças, e você pode ler ESTE  artigo que tem mais detalhes sobre esse caso. De acordo com o professor aposentado da Universidade McGill no Departamento de Psicologia (área de pesquisa cognição de seres humanos e Neurociências cognitivas), Dr. Don Donderi:

    “Alguns dos avistamentos que as pessoas relatam como UFOs são veículos extraterrestres (ET).  Alguns desses veículos extraterrestres realmente possuem tripulantes ETs, e algumas dessas tripulações alienígenas capturam e depois liberam os seres humanos”. ( Fonte )

    Acadêmicos como esses, e outros como Richard Dolan, David M. Jacobs  e outros mais, estão estudando esse fenômeno há décadas, e examinando os relatos de seres e do por que eles estão aqui, o que eles estão fazendo, como eles se parecem e mais tem sido documentado por sua pesquisa (e de outros). O que eu acho mais fascinante sobre essas histórias é a quantidade de relatos que parecem se complementar em vez de se contradizerem, o que apenas contribui para o mistério.

    Outros exemplos de evidências físicas associadas a este tópico (OVNI e extraterrestres – apesar de que em alguns casos, ambos não estão relacionados entre si)

    “Se, de fato, revelar-se que há provas físicas relevantes, se essa evidência for cuidadosamente coletada e analisada, e se essa análise conduz à identificação de vários fatos sobre o fenômeno OVNI, então será o momento para os cientistas dar um passo à frente e perguntar, o que esses fatos estão tentando nos dizer? Se esses fatos forem suficientemente fortes para levar a uma conclusão firme, então será o momento de enfrentar as questões mais estranhas. Se, por exemplo, verifica-se que todas as evidências físicas são consistentes com uma interpretação mundana das causas dos relatórios de avistamentos de UFOs, haverá pouca razão para continuar a especular sobre o papel dos seres extraterrestres. Se, por outro lado, a análise de evidências físicas revela evidências muito fortes de que objetos relacionados com os OVNIs e que são fabricados fora do sistema solar,( fonte )

    A citação acima vem de Peter Andrew Sturrock, cientista britânico e professor emérito de física aplicada na Universidade de Stanford. Sturrock e vários outros cientistas notáveis ​​em todo o mundo se uniram durante a década de 1990, a fim de examinar a evidência física comumente associada ao fenômeno OVNI. Um exemplo usado por Sturrock em sua análise, foi uma foto tirada por dois pilotos da Royal Air Force da Austrália no dia 27 de agosto de 1956, em McCleod, Alberta, Canadá. (“Physical Evidence Related To UFO Reports”–The Sturrock Panel Report Electromagnetic Effects) (source) (source)

    Os pilotos voavam em uma formação de quatro aviões Sabre F86. Um dos pilotos descreveu o fenômeno como uma “luz brilhante que foi definida como em formato de disco”, que parecia “um dólar de prata brilhante postado na horizontal”. Outro piloto conseguiu fotografar o objeto, como você pode ver acima.

    O avistamento durou alguns minutos, e este caso específico foi analisado pelo Dr. Bruce Maccabee, que estimou (a partir de dados disponíveis) que a luminosidade do objeto (a potência na faixa espectral do filme) é de muitos megawatts. O Sturrock Panel também descobriu que o forte campo magnético envolvendo o fenômeno ou objeto era uma ocorrência comum nesse tipo de incidente.

    Maccabee publicou sua análise no Journal of Scientific Exploration (“Optical Power Output of an Unidentified High Altitude Light Source”, publicada no Journal of Scientific Exploration, vol. 13, # 2, 1999). Ele também publicou uma análise em 1994 intitulado “Strong Magnetic Field Detected Following a Sighting of an Unidentified Flying Object”, no mesmo jornal (8, # 3, 347)

    O Dr. Jacques Vallee, notável pelo co-desenvolvimento do primeiro mapeamento computadorizado de Marte para a NASA, e por seu trabalho na SRI International no centro de informações de rede para  ARPANET, um precursor da internet moderna, também publicou um artigo no Journal of Scientific Exploração intitulada “Estimates of Optical Power Output in Six Cases Of Unexplained Ariel Objects With Defined Luminosity Characteristics.”. ( Fonte ) ( fonte ) Este caso particular também é referenciado neste artigo.

    Uma coisa é certa, é um dos vários fenômenos estranhos que tem e continua a interessar uma grande parte da comunidade científica. Aqui está um vídeo do ex-ministro da Defesa canadense, Paul Hellyer, falando sobre os campos em torno desses objetos e o que alguns deles estavam fazendo com os aviões militares. Vamos apenas ser claros, esses objetos são comumente vistos, rastreados no radar aéreo e rastreados no radar terrestre simultaneamente. Isso é algo que aconteceu com centenas, senão milhares de vezes. Esta é uma informação divulgada nos últimos anos.

    Por exemplo, um documento da Agência de Inteligência de Defesa  (DIA) desclassificado mostra um (de milhares) de um ótimo exemplo. Ele detalha como dois pilotos interceptadores com jatos F-4 relataram ter visto visualmente um objeto, também foi rastreado em seu radar aéreo. Ambos os aviões experimentaram instrumentação crítica e a eletrônica ficava offline a uma distância de vinte e cinco milhas do objeto. Aqui está um trecho do relatório:

    “À medida que os F-4 abordavam uma faixa de 25 milhas náuticas, perdia todas as instrumentações e comunicações. Quando o F-4 se afastava do objeto e, aparentemente, não era mais uma ameaça, a aeronave recuperava todas as instrumentações e comunicações. Outro objeto brilhantemente iluminado saiu do objeto original. O segundo objeto foi direto em direção ao F4”.   (Fonte)

    O relatório também descreveu como um objeto menor separado do objeto maior, girou dentro do arco do próprio F-4 e, em seguida, voltou a se juntar ao objeto original. Este incidente durou várias horas. Eu decidi usar este exemplo porque tem uma série de documentos de segurança nacional de apoio desclassificados, o que mostra o quão serio esse evento foi percebido.

    “Nos bastidores, altos oficiais da Força Aérea estão sobriamente preocupados com os OVNIs. Mas, através do sigilo oficial e do ridículo, muitos cidadãos são levados a acreditar que os objetos voadores desconhecidos são sem sentido”. Ex-chefe da CIA, Roscoe Hillenkoetter, 1960  (fonte, NY Times)

    É só agora que mais pessoas estão começando a tomar conhecimento desta informação. Aqui está uma citação do senador Barry Goldwater antes da desclassificação de todos esses arquivos:

    “Esta coisa ficou tão classificada e secreta … é impossível obter qualquer coisa sobre isso. Não tenho ideia de quem controla o fluxo da necessidade de conhecer, porque,  francamente, foi-me dito de uma maneira tão enfática que não era da minha conta que eu nunca mais tentei lidar com este negócio desde então. Eu tenho estado interessado neste assunto por um longo período de tempo e eu sei que o que quer que a Força Aérea tenha sobre o assunto UFO continuará sendo altamente classificado.”Senador Barry Goldwater, presidente do Comitê de Inteligência do Senado  (fonte)

    Abaixo está um grande clipe do autor e pesquisador Richard Dolan, tirado de The Citizens Hearing On Disclosure  sumando tudo em um breve discurso.

    Citações interessantes sobre o fenômeno OVNI (alguns de muitos)

    Tenham em mente que a documentação relativa a este fenômeno pode ser encontrada a partir de links mencionados no primeiro parágrafo deste artigo:

    • “Tudo está em um processo de investigação tanto nos Estados Unidos quanto na Espanha, bem como no resto do mundo. Atualmente, as nações do mundo estão (em segredo) trabalhando juntas na investigação do fenômeno OVNI. Existe uma troca internacional de dados” – General Carlos Castro Cavero (1979). Dos “OVNIs e do Estado da Segurança Nacional, Volume 2”, escrito por Richard Dolan.
    • “Existe uma possibilidade séria de estarmos sendo visitados durante muitos anos por seres do espaço exterior, por seres de outras civilizações. Quem são, de onde são e o que eles querem, devem ser objeto de rigorosas investigações científicas e não ser objeto de “ridicularização” pelos jornais sensacionalistas. “( Fonte ) – Lord Admiral Hill-Norton, Ex-Chefe de Estado-Maior da Defesa 5 estrelas Almirante da Marinha Real, Presidente do Comitê Militar da OTAN
    • “Pode haver outra maneira, ser um buraco de minhoca ou uma área de distorção  do espaço, tem que haver uma maneira de gerar energia para que você possa retirá-la do vácuo, e o fato de estarem aqui nos mostra que eles encontraram esse caminho”.   fonte ) – Jack Kasher, Ph.D, professor emérito de física, Universidade de Nebraska.
    • “Uma influência extraterrestre está investigando nosso planeta. Algo está monitorando o planeta e eles estão monitorando com muita cautela. “- Candidato presidencial de 2008 Mike Gravel ( fonte ) ( fonte )
    • “Seres inteligentes de outros sistemas estelares estiveram e estão visitando o nosso planeta Terra. Eles são conhecidos como Visitantes, Outros, Star People, ETs, etc … Eles estão visitando a Terra agora; Isso não é uma questão de conjectura ou pensamento melancólico. – Theodor C. Loder III, Phd, Professor Emérito de Ciências da Terra, Universidade de New Hampshire ( fonte)
    • “Décadas atrás, os visitantes de outros planetas e sistemas estelares nos alertaram sobre para onde nos dirigimos como espécie e nos ofereceram ajuda. Mas, em vez disso, nós, ou pelo menos alguns de nós, interpretamos suas visitas como uma ameaça e decidimos atirar primeiro e fazer perguntas depois. “- Paul Hellyer, ex-ministro da Defesa canadense ( fonte )
    • Meu povo fala sobre os seres das estrelas que vieram até nós há muitas gerações. Os seres Star People nos trouxeram ensinamentos espirituais e histórias e mapas do cosmos e eles nos ofereceram estes dados livremente. Eles foram gentis, amorosos e foram um excelente exemplo. Quando eles nos deixaram, meu povo diz que houve uma saudade como nenhuma outra. “- Richard Wagamese, nativo Ojibway Autor ( fonte )
    • Eu sou cético sobre muitas coisas, incluindo a noção de que o governo sempre sabe melhor e que as pessoas não podem ser confiáveis para lidar com a verdade. O tempo para puxar a cortina para trás sobre este assunto está atrasado. Temos declarações das fontes mais credíveis – as que estão em posição de conhecimento – sobre um fenômeno fascinante, cuja natureza ainda está por se determinar. John Podesta, por exemplo – ex-chefe de gabinete da Casa Branca para Bill Clinton, o homem da mão direita de Barack Obama (conselheiro) e depois chefe da campanha presidencial de Hilary Clinton, retirado do best-sellerNew York Times bestseller, “UFOs: Generals, Pilots, And Government Officials Go On The Record” de Leslie Kean’s 2010, em que Podesta escreveu o prefácio.
    • “Sim, houve espaçonaves acidentadas (e recuperadas) e corpos de alienígenas mortos recuperados … Nós não estamos sozinhos no universo, eles estão vindo aqui por um longo tempo … Eu tenho o privilégio de ter conhecimento do fato de que somos visitados neste planeta por aliens, e o fenômeno OVNI é real. “- Doutor Edgar Mitchell, 6º homem a andar na lua ( fonte ) ( fonte ) ( fonte)

    contagem-regressiva-azul

    “O medo é a emoção predominante das massas que ainda estão presas no turbilhão da negatividade da estrutura de crença da (in)consciência de massa. Medo do futuro, medo da escassez, do governo, das empresas, de outras crenças religiosas, das raças e culturas diferentes, e até mesmo medo da ira divina. Há aversão e medo daqueles que olham, pensam e agem de modo diferente (os que OUVEM e SEGUEM a sua voz interior), e acima de tudo, existe medo de MUDAR e da própria MUDANÇA.” –  Arcanjo Miguel

    “Conhece-te a ti mesmo e conheceras todo o universo e os deuses, porque se o que tu procuras não encontrares primeiro dentro de ti mesmo, tu não encontrarás em lugar nenhum”.  –  Frase escrita no pórtico do Templo do Oráculo de Delphos, na antiga Grécia.


    Muito mais informações, leitura adicional:

    Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

    thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

    O Gênesis, Nibiru e a “criação” de Adão e Eva


    Posted by Thoth3126 on 30/11/2017

    deus-criando-homem-alien-et

    O Livro do Gênesis, a criação de Adão e Eva do barro e o planeta NIBIRU:

    Uma análise comparativa da estória” da criação do ser humano, contida no primeiro livro da Bíblia, o Gênesis, capítulo VI, com fatos históricos descritos em milhares de documentos decifrados da antiga civilização suméria a respeito da criação do homem, da família humana.

    ”Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir”. João 16:13

    Por Thoth3126@protonmail.ch

    A comparação é feita com base na tradução dos antigos textos sumérios efetuada pelo pesquisador, erudito, consultor da NASA e linguista, autor de vários livros sobre a Suméria e os Annunaki e Nephilin, Zecharia Sitchim, uma das quase cem pessoas no planeta que foi capaz de entender e traduzir tais textos (enquanto esteve vivo, foi o trabalho de sua vida. Sitchim faleceu em 09/10/2010). (A comparação pode não agradar aos mais piedosos e conservadores que creem que o velho testamento da Bíblia seja algo original, divino e incontestável em seu conteúdo)

    NIBIRU, O GÊNESIS, A “CRIAÇÃO” DE ADÃO E EVA

    • E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas;  e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.

    Os filhos de Deus, aqui citados, são seres de outros planos de consciência e de outros locais de nossa galáxia e de outros sistemas estelares. Nesse final de ciclo histórico de nossa humanidade, muitos deles estarão aqui presentes em CORPOS HUMANOS, para colherem daquilo que SEMEARAM ao longo da história da nossa ATUAL humanidade, que começou em 430.000 a.C., ainda em meio à história de Atlântida e marca o começo do período do Kali Yuga, a idade do FERRO para os hindus, cujo maior período de densificação/materialização acontece em seus últimos 5.125 anos que se iniciaram em 3.113 a.C. e finalizam em 21 DE DEZEMBRO DE 2012.

    No livro apócrifo, As Chaves de Enoch, são identificados os filhos de Deus que foram atraídos pelo ambiente material de nosso planeta e “caíram” no mundo tridimensional onde a forma (matéria-corpo) é mais valorizada do que a essência (energia-espírito), alguns são muito conhecidos e tem nomes como Azazel e Semjasa (os “Anjos Caídos”, Watchers).

    • Então disse o “SENHOR”: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão Cento e Vinte Anos.

    Este período de tempo citado especificamente de 120 anos tem conexão com a história de outro planeta de nosso sistema solar, que possui comportamento orbital anômalo em relação aos demais planetas do sistema. Ele é conhecido como NIBIRU e existem registros de sua existência encontrados em meados do século XX nas ruínas da Mesopotâmia, hoje o IRAQUE. Grande parte do material já foi traduzida da escrita cuneiforme da época por arqueólogos e eruditos dos grandes centros de estudos arqueológicos do hemisfério norte, sendo o mais conhecido ZECHARIA SITCHIN que produziu uma série de livros, As Crônicas da Terra,  com base nas suas traduções dos tabletes de barro sumérios..

    É possível se identificar o período orbital do planeta Niburu entre o nosso sistema e o sistema solar de SIRIUS, ao qual NIBIRU também orbita, sendo essa  a principal anomalia desse planeta: orbitar dois sóis, (o nosso e SÍRIUS, na Constelação do Cão Maior-Canis Major). Uma órbita completa de Nibiru entre esses dois sistemas estelares , o nosso sol e a estrela SIRIUS (8,3 anos luz distante de nosso sol) demanda 3.600 dos nossos anos, o que significa apenas UM ANO para os habitantes de NIBIRU.Os habitantes desse planeta (chamados na bíblia de ANNUNAKIS E NEPHILINS) “criaram a nossa espécie humana ENQUANTO CORPO FÍSICO, o Homo Sapiens Sapiens”, mas a nossa alma, O SER REAL DE CADA UM É CRIAÇÃO Divina.

    A intervenção desses seres em nosso planeta, iniciada há 432 mil anos atrás, marca o início da idade conhecida pelos hindus como KALI YUGA, a idade do ferro, quando tudo no planeta atravessa um período de MÁXIMA DENSIFICAÇÃO DA ESFERA PLANETÁRIA, inclusive do próprio HOMEM, enquanto entidade FÍSICA. A duração do “reinado do homem FÍSICO”  sobre o planeta é predeterminada em 120 CICLOS (ANOS) DE NIBIRU conforme podemos ver no seguinte cálculo:

    120 órbitas de NIBIRU X 3.600 anos de nosso tempo da Terra = 432 mil anos. Desse modo deduz-se que a criação do homem de barro centrado apenas no intelecto/ego e seu corpo físico tem um prazo predeterminado para durar exatamente 120 anos (órbitas) de NIBIRU, esse prazo finalizou, terminou em 21 de DEZEMBRO DE 2012. Ver mais em:  http://osnefilins.tripod.com/.

    • Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus “entraram” às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.

    E em Números, capítulo 13, vers. 32 e 33  durante o EXODO encontramos também:

    • “E infamaram a terra que tinham espiado, dizendo aos filhos de Israel: A terra, pela qual passamos a espiá-la, é terra que consome os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali gigantes, filhos de Enaque, descendentes dos gigantes; e nós éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos nós aos seus olhos”.

    Sobre gigantes ver mais em: http://arqbib.atspace.com/gigante.html

    ANU-Nibiru

    Acima: Representação de ANU, o então rei de Nibiru e chefe dos Annunakis, em painéis e estelas sumérios, assírios, também são encontrados na cultura dos egípcios e maias. Nas quatro antigas civilizações citadas, existe uma evidente presença de seres extraterrestres de todos os tamanhos e até de gigantes, como visto nesta estela da suméria.

    • E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.

    Este “Senhor” a que se refere a passagem não é o Deus Onipotente e Onisciente, o verdadeiro Criador de TUDO QUE EXISTIU, EXISTE E EXISTIRÁ, o Pai mencionado por Jesus Cristo e outros antes dele, diversas vezes. Aquele senhor é um senhor pequeno, mas com grande poder de criação tecnológico, com avançada tecnologia genética, que também era o senhor do planeta NIBIRU. O homem físico foi criado para trabalhar para os deuses, para ser seu escravo, em projetos de mineração de ouro no sul da África, falando em termos de mão de obra física.

    Porque a alma que sempre habitou A FORMA DE BARRO DO HOMEM, essa sim sempre foi criação de DEUS, é DIVINA EM ESSÊNCIA. O verdadeiro e primordial Criador, não possui atributo humano de qualquer tipo, para sentir alguma emoção como arrependimento, que é um sentimento que demonstra LIMITAÇÃO e ERRO e é inerente a seres em PROCESSO DE EVOLUÇÃO, como o homem e os seus deuses ancestrais.

    Sobre Nibiru e Anu saiba mais em:

    1. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
    2. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-ii/
    3. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/

    “O homem tornou-se como um de nós, conhecedor do bem e do mal. Que ele, agora, não estenda a mão e colha também da árvore da vida, e coma, e viva para sempre” (Gênesis 3.22).

    Nessa passagem anterior do Gênesis vemos que deus é citado no PLURAL (tornou-se como um de NÓS), quem fala nesse momento são os pequenos falsos deuses de Nibiru e de outras partes de nossa galáxia. O verdadeiro Criador, Deus, quer o homem/mulher de volta ao seu seio, mas tem que ser o homem EVOLUIDO NA COMPREENSÃO DE SI MESMO, em sua essência divina (e menos centrado no corpo físico e em seu ego temporário), e de sua relação com o verdadeiro Criador para então, como um filho pródigo, poder voltar a viver em um ambiente divino onde o corpo FÍSICO DE CARNE E OSSOS como o nosso não mais existe.

    • E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de havê-los feito.

    Aqui temos de novo um atributo humano de “arrependimento” presente na divindade, que comprova que essa divindade não é o DEUS absoluto, Criador e fonte de todas as coisas, inclusive Criador dos pequenos “deuses” geneticistas de Nibiru e alhures. O verdadeiro Deus Criador é a origem, o mantenedor e o que causa a dissolução de tudo que é material em função do processo evolutivo, em todos os níveis de existência. Na cultura hindu, temos: Brahma, Deus criador, Vishnu, o mantenedor e Shiva o destruidor, no sentido de renovação do velho para que possa emergir um NOVO nível de consciência, processo de renovação que estamos vivendo e FINALIZANDO nesse exato momento de nossa civilização.

    • Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR.

    No final de ciclo que antecedeu o dilúvio (10.986 a.C., com o afundamento de Atlântida) a figura de Noé representa todos os seres humanos, que aos olhos do verdadeiro Deus Criador (porque os falsos deuses criadores de NIBIRU e de outros locais tiveram que fugir do planeta senão também pereceriam com o dilúvio) apresentavam a condição de almas que tinham nível evolutivo suficiente para mereceram a salvação e seus líderes foram avisados com 50 anos de antecedência da catástrofe que se aproximava.

    O dilúvio teve maior impacto na área geográfica conhecida hoje como mar do Caribe e Atlântico Norte e registra o afundamento do continente de Atlântida onde o nível local de destruição foi total, completo e absoluto o mesmo não acontecendo com tanto impacto nas demais áreas do planeta, principalmente em regiões com grandes (ARCAS) montanhas como os Andes, o Himalaya, Atlas, Alpes, Kilimanjaro, etc…

    • Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus.

    É possível para o homem hoje “andar com Deus” como os Noés no tempo do dilúvio, basta evoluir na compreensão de quem somos e sermos verdadeiros Cristãos (ou Budista, Confucionista, seguidor de Krishna, a religião não importa…), tolerantes, pacíficos, moderados, honestos, indulgentes com o erro alheio, altruístas, percebendo que grandes mudanças já estão em curso.

    Devemos buscar orientação interna (a verdadeira) ouvindo nossa voz interior que nos conecta com a vontade e os planos do Criador para nós como indivíduos e como coletividade, dando valor às mensagens que nos chegam através das meditações e pelos sonhos, orientações vindas de nosso Eu Superior o “Pai” em cada um).

    Agindo assim estaremos agindo como àqueles que eram os Noés antes do dilúvio e nos salvaremos, talvez não fisicamente, mas sim salvaremos a nossa alma, porque não haverá ambiente físico seguro no planeta no próximo final de ciclo que se aproxima, pois o nível de modificação de toda a crosta terrestre será inimaginável.

    • E gerou Noé três filhos: Sem, Cam e Jafé. A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência.

    Corrupção também provocada pelos deuses menores, os assim chamados “ANJOS CAÍDOS” que hoje estão, em sua maioria encarnados como seres humanos, em guerra aberta contra a evolução e a libertação da Alma humana, criando jogos de poder, de guerra, são os participantes dos vários grupos que disputam o controle do planeta, atuando como e através dos grupos como os Illuminatis, Bilderbergers, Rothschild, Sionistas, Fabian Society, Clube de Roma, Igreja Romana, fanáticos religiosos de todos os credos, políticos corruptos, NWO-Nova Ordem Mundial, etc…colhendo o que semearam, e também serão “julgados” no final do ciclo que se avizinha.

    Sobre os anjos caídos saiba mais em:

    1. http://thoth3126.com.br/os-anjos-caidos-the-watchers-os-vigilantes/
    2. http://thoth3126.com.br/reptilianos-livro-body-snatchers-cap-1-e-2-parte/
    3. http://thoth3126.com.br/reptilianos-do-sistema-estelar-de-draco/
    4. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-misterios-e-controle-alienigena/
    • E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra.

    No final do período de Atlântida, a magia negra foi largamente praticada nos templos atlantes em demanda de alguns deuses que precisavam de sangue humano para que sua “ira” fosse aplacada.

    • Então disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra.

    Anunnaki-cria-homem-do-macaco

    Nesse parágrafo podemos tomar como literal o aviso de deuses criadores para suas criaturas de que havia um perigo eminente a caminho. Assim foi na cultura suméria antiga com o deus EA/ENKI (um deus Nephilim de NIBIRU) avisando seu (um Adamu de barro, sua criação) protegido, UTHNAPISTIM (O Noé sumério) do desastre eminente do qual ele devia se proteger seguindo as instruções dadas por ele, EA/ENKI em relação a “construção de uma arca”.

    • Faze para ti uma arca da madeira de gofer; farás compartimentos na arca e a betumarás por dentro e por fora com betume. E desta maneira a farás: De trezentos côvados o comprimento da arca, e de cinqüenta côvados a sua largura, e de trinta côvados a sua altura. Farás na arca uma janela, e de um côvado a acabarás em cima; e a porta da arca porás ao seu lado; far-lhe-ás andares, baixo, segundo e terceiro.

    Em 1843, o pesquisador Paul Emile Botta descobriu novos relatos sobre a inundação nas ruínas de Nínive ( na antiga Mesopotâmia, no norte do hoje Iraque), famosas por conter a maior biblioteca da Antigüidade, construída no século VII a.C. por Assurbanípal, rei da Babilônia. Posteriormente no mesmo local foram descobertas várias tábuas de barro com escritos que só seriam decifrados por volta de 1900. O texto falava sobre a Epopéia de Gilgamesh, história que remontava aos sumérios, milhares de anos antes da Babilônia e Assíria se tornarem grandes potências.

    Saiba mais em: http://thoth3126.com.br/o-genesis-e-a-epopeia-de-gilgamesh/

    Gilgamesh, segundo os escritos, havia se encontrado com seu antepassado Utnapistim – também chamado de Uta-Napistim ou Utna-Pishtin (o Noé sumério) –, de quem esperava obter o segredo da imortalidade. E Utnapistim lhe contou sobre a época em que os deuses resolveram punir a humanidade com uma inundação. O deus Ea/ENKI deu a Uthnapistim todas as informações necessárias para construir um navio (ou subir para as montanhas Taurus ao norte da Mesopotâmia), que deveria abrigar sua família e animais. Os 40 dias e noites da Bíblia são reduzidos aqui para seis, quando o navio acabou encalhando no monte Nisir, entre o rio Tigre e o curso inferior do rio Zab, no Curdistão, onde existe uma cadeia de montanhas.

    Essa Foto foi feita no Monte Ararat (Cordilheira dos montes Taurus), que segundo a Bíblia, teria sido lá que a enorme Arca de Noé (fossilizada no canto inferior direito) repousou (Gênesis 8: 4-5)

    • Porque eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus; tudo o que há na terra expirará.

    Os Sumérios: Nem todos os povos aceitaram o Dilúvio como fruto da ira divina. Na verdade, a idéia de que o fato bíblico não tivesse passado de uma grande inundação na Mesopotâmia começou a ganhar forma com as descobertas arqueológicas de Sir Charles Leonard Wooley, na cidade suméria de UR (a cidade natal de ABRÃO), entre 1926 e 1929. Encontrando camadas de limo numa profundidade onde seria impossível existir limo, ele chegou à conclusão de que aquilo era sinal de uma grande inundação do rio Eufrates, ocorrida por volta de 4.000 a.C.

    Unindo seus achados com os resultados iniciais de outras pesquisas na Mesopotâmia, Wooley concluiu que a inundação teria encoberto uma região de 630 quilômetros de comprimento por 160 de largura, ao nordeste do Golfo Pérsico.  No entanto, estudos posteriores e mais detalhados demonstraram que o dilúvio descoberto por Wooley não havia afetado a área inicialmente imaginada por ele e, desta maneira, não poderia ser o bíblico.

    A distribuição das antigas cidades/estações dos deuses annunakis na antiga Mesopotâmia, os criadores da civilização suméria, hoje o atual IRAQUE. Ao norte a civilização Assíria e a localização de sua capital Nínive, local fundado pelos que vieram de Capela.

    • Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo.

    Os filhos de Noé, SEM, CAM E JAFÉ representam os TRÊS principais ramos das raças de Atlântida (que foi a QUARTA RAÇA RAIZ) que sobreviveram a catástrofe do dilúvio e começaram a repovoar, com sua multiplicação e descendência, toda a terra, COMO SEMENTE DA QUINTA RAÇA RAIZ. A raça vermelha de Atlântida degenerou após o dilúvio e povoou as três Américas, formando os povos indígenas conhecidos como “Peles Vermelhas” na América do Norte, e todas as nações indígenas das Américas Central e do Sul.

    Essa raça vermelha com o passar do tempo desenvolveu um grande conhecimento, respeito e amor pelo ambiente natural em que vivem e pela Mãe Terra, com exceção de algumas tribos da América Central, que ao tempo da chegada dos conquistadores espanhóis, ainda praticavam rituais com sacrifício humano, reminiscências ainda do tempo em que estas almas viveram no período final de Atlântida, quando a magia negra e sacrifícios humanos foram praticados naquele antigo continente.

    • E de tudo o que vive, de toda a carne, dois de cada espécie, farás entrar na arca, para os conservar vivos contigo; macho e fêmea serão. Das aves conforme a sua espécie, e dos animais conforme a sua espécie, de todo o réptil da terra conforme a sua espécie, dois de cada espécie virão a ti, para os conservar em vida. E leva contigo de toda a comida que se come e ajunta-a para ti; e te será para mantimento, a ti e a eles. Assim fez Noé; conforme a tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez.

    manipulação-01

    Outros Dilúvios e Arcas: Mitologias de diferentes culturas falam sobre dilúvios que teriam encoberto a Terra e de sobreviventes que construíram uma embarcação a mando de um deus. Algumas versões modernas utilizam teorias ocultistas ou simplesmente não aceitas pela ciência para explicar o Dilúvio:

    • Caingangue – uma lenda dos índios brasileiros caingangue diz que, durante o dilúvio, as almas de seus ancestrais estavam ocultas no centro da Terra. Elas voltaram à superfície na região de Guarapuava, no Paraná, nas Montanhas Negras, ou Krinxy.
    • Escandinávia – nos Edas, os poemas nórdicos do século III, está escrito que a Terra surgiu num dilúvio do sangue de Ymir, durante uma guerra entre deuses e gigantes.
    • Kogi – os índios kogi ou kágabas, que habitavam a região da Sierra Nevada de Santa Marta, na Colômbia, referiam-se a um dilúvio de 4 anos para punir os seres que tinham tendências contrárias à natureza. O sacerdote Seizankuan construiu um barco mágico onde colocou todos os tipos de animais e outras pessoas. Depois de 9 séculos as águas baixaram e todos puderam ‘descer do céu’ onde tinham se refugiado.
    • Incas – Viracocha, o grande deus dos incas e criador do mundo, ficou descontente com os homens e mergulhou o mundo num dilúvio.
    • Babilônia – herdeira das tradições sumérias, a civilização babilônica falava do dilúvio, que destruiu a civilização formada pela união entre os filhos dos deuses e as filhas dos homens. Antes da enchente, os reis lunares reinariam por 432 mil anos.
    • Rig Vedas – os textos hindus também se referem a um dilúvio. Manu é o personagem a quem é dada a possibilidade de escapar construindo um barco gigantesco que, depois, encalha numa montanha.
    • Grécia – na mitologia grega, Zeus destruiu o mundo com um dilúvio devido à corrupção da humanidade. Deucalião é o nome do sobrevivente que construiu uma arca e flutuou 9 dias e 9 noites, chegando ao Monte Parnaso.
    • Polinésia – a luta entre Rangi e Papa, os pais dos homens e deuses, resultou em nuvens e furacões que arrasaram a Terra.

    deus-homem-animal-ets

    Sioux – o ancião Coiote foi avisado de uma grande inundação e construiu um barco para escapar. Esse barco também ficou encalhado no alto de uma montanha, depois que as águas do mundo baixaram.
    Maias – não falam de uma arca, mas do fim do mundo pelas águas. O mundo ou civilização destruída precedia a nossa atual.
    Bororo – na versão dos índios brasileiros, Jokurugwa matou o espírito Jakomea que, para vingar-se, fez as águas inundarem a terra. Kokurugwa refugiou-se no alto de um monte e sobreviveu.
    Faetonte – planeta ao qual se referem alguns textos antigos, também conhecido como Maldek, o astro que faltaria entre Marte e Júpiter. Uma catástrofe teria destruído o planeta e seus fragmentos caíram à Terra causando o dilúvio.
    Cosmogonia Glacial – teoria elaborada por Hans Hörbiger, também chamada de Doutrina do Gelo Eterno (Welteislehre) e ligada às idéias nazistas.Preconizava uma série de destruições no planeta com a queda de sucessivas luas. A última catástrofe, há cerca de 13 mil anos, poderia ter causado o dilúvio.

    O Disco Alado com Anu no centro, uma representação da suméria para o planeta dos deuses, Nibiru.

    UMA BREVE “CRONOLOGIA” DA CRIAÇÃO DO HOMEM NA BÍBLIA:

    A primeira criação:

    Na bíblia deus resolve criar o homem, conforme podemos ver no capítulo 1 do Gênesis (o Gênesis é uma cópia do documento ENUMA ELISH, o épico sumério da criação ), que relata a 1ª criação do HOMEM E DA MULHER AO MESMO TEMPO, também é interessante de se notar que deus fala no plural porque deve estar acompanhado de “outros deuses”, conforme segue descrito no Gênesis, Capítulo 1, versículos 26 a 28:

    • E disse Deus: Façamos o homem à nossa (parece que “deus” não esta sozinho) imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.

    A segunda criação: Em torno de 430.000 a.C. marca o início da interferência dos “deuses” de Nibiru e de “deuses” de outros planetas e sistemas solares na história da disputada Terra. Período em que o grande continente de Atlântida estava consolidando sua ocupação pelos descendentes da 3ª raça raiz, os lemurianos, que finalmente haviam se separado sexualmente de hermafroditas (ainda com os dois sexos-polaridades no mesmo “corpo”-muito menos denso dos que ocupamos atualmente) para seres que se expressavam em dois sexos em corpos diferentes, masculino e feminino em corpos individuais.

    anunnaki-movie (1)

    Essa 3ª raça raiz se deslocou antes do afundamento completo do continente Lemuriano nas águas do Oceano Pacífico para o que viria a ser conhecido como a Atlântida, no hoje Oceano Atlântico norte, um momento registrado em Gênesis, e aqui Deus muda para O SENHOR DEUS, e nessa criação  o HOMEM-ADÃO esta sozinho e dele surge a mulher EVA (momento da separação das polaridades criando dois “corpos” com sexos que se complementam, masculino e feminino), conforme segue no Gênesis, Capítulo 2, Versículos 7 e 18 a 23,:

    • E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. Gênesis 2:7
    • E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele. Havendo, pois, o SENHOR Deus formado da terra todo o animal do campo, e toda a ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome.
      E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo o animal do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea. Então o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar; E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.

    et-silencio-01

    Esta parte do Gênesis 2, versículos 18 a 23, determina o momento da segunda criação do homem e da mulher. É interessante de se notar a diferença que existe em relação ao Deus Criador dessa parte do Gênesis 2, onde ele é chamado de o SENHOR DEUS e na passagem já citada anteriormente, de Gênesis 1 onde o Criador é chamado de forma diferente, APENAS como DEUS.

    A criação humana descrita em Gênesis 1 é inerente ao verdadeiro Deus Criador, e relata a criação da ALMA HUMANA POLARIZADA EM DOIS GÊNEROS, ainda antes de um corpo físico, como o que temos hoje, ter sido criado. Essa é a condição original de nossa existência verdadeira, antes da QUEDA DE NOSSA ALMA NA MATÉRIA, após termos sido tentados pela “serpente”, que nos induziu a “comer do fruto da árvore do conhecimento DO BEM E DO MAL (quando “habitamos” um corpo humano)”.

    Todo o livro do Gênesis é cópia de textos muitíssimos (como o Enuma Elish da Suméria) mais antigos e sagrados de povos da região mesopotâmica e além, que são registros muito anteriores ao surgimento do povo hebreu cuja história se inicia somente em 3.760 AC, ano oficial do início do calendário hebraico vigente nos dias de hoje e que seria o ano em que ocorreu o encontro que Deus teve com Abrão e fez um pacto com o mesmo enquanto ele residia em UR, próximo à foz do rio Eufrates uma cidade fundada pelos habitantes de Nibiru há milênios atrás.

    O início do calendário hebreu em 3.760 coincide com uma das passagens do planeta NIBIRU pelo nosso sistema solar (ele voltaria mais uma vez em 160 AC e seu retorno deve ocorrer somente em torno de 3.452, ou seja daqui a mais 1.440 anos em nosso futuro). Uma pista para a origem do “povo hebreu” esta no nome dos seus pais:

    ABRAÃO E SARA: a origem desses nomes é da antiga ÍNDIA, são nomes derivados do casal divino hindu BRAHMA (Abraão) e SARASVATI (Sara). Aquilo que viria a ser o núcleo da criação do povo hebreu foi uma tribo chamada primeiramente de Saldeus – que depois do Dilúvio passou a se chamar Caldeus – que migrou da Índia para a Mesopotâmia em tempos muito remotos.

    Representação de EA/ENKI trabalhando em laboratório junto com Ninhursag/Ninmah e acima o símbolo do planeta alado para NIBIRU.

    A TERCEIRA CRIAÇÃO DO HOMEM

    Existe ainda uma TERCEIRA CRIAÇÃO do ser humano descrita de forma velada no Gênesis, que pode ser percebida quando Eva, ao ser tentada pela serpente (Ea/ENKI), come e oferece a maça a Adão, e então ambos são EXPULSOS DO PARAÍSO (…terrestre, a Mesopotâmia, o Jardim do E.Din dos deuses de Nibiru na Terra), e aqui deus volta a ser chamado de O SENHOR DEUS (Aquele que fica irado com certa facilidade) novamente, conforme segue: Gênesis, Capítulo 3, versículos: 9 a 23:

    • E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?
      E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.
      E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?
      Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.
      E disse o SENHOR Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.
      Então o SENHOR Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.
      E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
      E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.
      E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.
      Espinhos, e cardos também, te produzirá; e comerás a erva do campo.
      No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.
      E chamou Adão o nome de sua mulher Eva; porquanto era a mãe de todos os viventes.
      E fez o SENHOR Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu.
      Então disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente, O SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado. Gênesis 3:9-23

    Uma estela suméria mostrando o sistema solar com DOZE corpos celestes, incluindo o Sol ao centro e ONZE PLANETAS (Maldek e Nibiru inclusos).

    No relato descrito nessa passagem do Gênesis, o momento da TERCEIRA CRIAÇÃO DO HOMEM E DA MULHER é consumado quando o Senhor Deus (ENKI/EA com a ajuda de Ninhursag, ambos de Nibiru) providencia VESTIMENTAS DE PELES (SÃO os CORPOS MATERIAIS DE BARRO QUE A NOSSA ALMA AINDA “VESTE”) o momento que testemunha a intervenção “divina de deuses inferiores” que criaram geneticamente o Adão e a Eva de BARRO, o homem físico, sem nenhum objetivo altruísta já que o homem foi criado para ser escravo desses deuses e para trabalhar na mineração de ouro no sul do continente africano, mineral que era necessário para a atmosfera de NIBIRU quando esse planeta adentra o nosso sistema solar.

    Essa intervenção extraterrestre na criação FÍSICA do ser humano, quando é usado material genético dos próprios deuses, que modificam a condição de um ser animal bípede existente naquela oportunidade e naquele tempo, um Homus Erectus qualquer, que com aquela intervenção passa a possuir, com aquisição do material genético dos deuses, autoconsciência (comeu a maça, da Árvore do Conhecimento-Consciência), pois uma alma humana, a partir daquela intervenção passa a habitar um corpo FÍSICO, passa a VESTIR UMA TÚNICA DE PELE.

    Em um cilindro da Suméria reproduzido acima vemos a equipe nibiruana de pesquisa constituída pelos “deuses”: ENKI/EA de pé e sua esposa Ninhursag (Ninmah/Ninti) sentada segura no ar ADAMU, o homem híbrido Erectus Nibiran /Homo híbrido que eles fizeram e Ningishzidda (Filho de ambos) de joelhos à esquerda. Esta registrado em um tablete de argila: “As Minhas mãos fizeram isso!” Ela gritou vitoriosamente. Ninhursag (Ninti/Ninmah) também chamada como a deusa Nintu=Senhora do Nascimento, que ajudou EA/ENKI a “criar” o homem (em laboratório) na antiga Mesopotâmia, em tablete da suméria. Atrás dela a “Árvore da Vida”.

    Aqui é importante esclarecer que a civilização atlante e todas os demais (como na antiga Índia/BHARATA) antigos povos da terra, antes do dilúvio, não possuíam UM CORPO FÍSICO TÃO DENSO COMO NÓS OCUPAMOS HOJE, uma condição natural da quarta raça raiz que fisicamente falando não era material e tão densa como a nossa constituição física atual, a quinta raça raiz.

    Sobre a criação do homem saiba mais nas próprias palavras de ENKI:

    1. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki/
    2. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-atestado/
    3. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-primeira-tabuleta-parte-1/
    4. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-primeira-tabuleta-parte-2-final/
    5. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-terceira-tabuleta/
    6. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-quarta-tabuleta/
    7. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-quinta-tabuleta/

    Uma reprodução de um anjo feminino, uma lembrança subconsciente de nossas origens, uma lembrança de Ninhursag (Ninmah/Ninti) envolta pelas duas serpentes que representam a Kundalini e a energia cósmica.

    O Planeta Terra vem, ao longo dos últimos 432 mil anos ATINGINDO SEU PONTO MÁXIMO DE EXPRESSÃO MATERIAL (QUE OCORRE NO FINAL DO CICLO, ISTO É, nos últimos 5.125 anos QUE SE INICIOU EM 3.113 a.C., o final do Kali Yuga, a idade do FERRO dos hindus, período que termina em 21 de dezembro de 2012, quando começamos a acessar (os que estão evoluindo e não dormindo) um novo nível de consciência muito menos denso materialmente do que o existente hoje.

    Será mais um passo que estaremos dando para voltarmos a nossa condição original, NÃO SER MAIS UMA ALMA CORPORIFICADA EM UM PLANETA DE 3ª DIMENSÃO, MAS UMA ALMA REALIZADA E EVOLUÍDA, após a nossa passagem pelo mundo denso, usando corpos (peles) animais materiais como os que usamos hoje, dando um salto evolutivo, para uma nova espécie (na realidade nova em relação a nossa condição atual) em que utilizaremos cerca de 70% DE NOSSA CAPACIDADE CEREBRAL ao invés dos meros 5% atuais, seremos muito mais energia e menos matéria e voltaremos a ser telepáticos…

    O homem físico, material, DENSO e usando “túnicas de pele” começou a ser criado (pelos deus ENKI/EA) em torno de 150 mil AC e é finalizado como unidade independente polarizada em corpos com dois sexos em torno de 70 mil a.C., conforme podemos encontrar descrito em trechos do texto sumério ENUMA ELISH, do qual o Gênesis é uma cópia muito ruim

    E “deus” criou apenas ADÃO E EVA….

    • E saiu Caim de diante da face do Senhor, e habitou na terra de Nod, do lado oriental (à leste) do Éden. E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoch; e ele edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade conforme o nome de seu filho Enoch; Gênesis 4:16,17

    Esta passagem do Gênesis demonstra que quando “deus” criou Adão e Eva, já existiam OUTROS seres humanos HABITANDO O PLANETA, senão de onde teria saído a esposa de Caim, que habitava as terras de NOD, à leste do Jardim do Éden, com quem ele se casou e teve filhos após matar Abel e ser expulso (por “deus”) do Éden ?

    A cidade que Caim construiu  foi chamada como “a cidade de Enoch”, em homenagem ao seu primeiro filho com a sua “desconhecida esposa”.

    tenochtitlan-1

    Concepção artística de como seria TENOCHTITLÁN, a cidade capital do império Azteca, no antigo México

    Uma possibilidade muito interessante em relação a localização desta cidade e do povo do qual Caim conseguiu sua esposa é a região do hoje México, que em tempos remotos teve uma cidade, a capital dos Aztecas, chamada de TENOCHTITLAN … que significa Cidade de Enoch … povo descendente da raça vermelha, uma das raças que habitava Atlântida…


    Muito mais informações, leitura adicional:

    Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

    phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

    Compartilhe:

    Fonte: https://thoth3126.com.br/o-genesis-nibiru-e-a-criacao-de-adao-e-eva-2/#more-58543