quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Chile: UFO em Forma de Charuto Mergulha Diretamente para o Vulcão Osorno

 

Relato da Testemunha: Eu estava em um barco próximo às Cataratas Petrohué Chile, eu tirei algumas fotos do vulcão Osorno.
Uma foto mostra um UFO em forma de charuto, que parece tomar um mergulho de nariz diretamente no vulcão.
Vulcão Osorno é 2.652 metros (8.701 pés) de altura vulcão cônico localizado entre a província e Osorno Llanquihue, Região de Los Lagos do Chile. Situa-se na margem sul do Lago Llanquihue e também domina Lago Todos los Santos.
Osorno é um dos Andes do sul dos vulcões mais ativos do Chile, que fica no topo de um vulcão erodido 250.000 anos, La Picada, com 6 km de largura caldeira.
Em 2005, um misterioso objeto em forma de charuto foi fotografado nas proximidades do vulcão Osorno.

Clique na Imagem para Ampliar

Os agricultores de comunidades vizinhas e relatos de testemunhas de luzes estranhas com movimentos irregulares, geralmente desaparecendo de vista perto de vulcão Osorno.
Os moradores locais dizem que esses fenômenos são comuns na região.
Fonte:http://areazone51ufos.blogspot.be
Veja mais vídeos abaixo referente aos avistamentos no vulcão Osormo
Veja Abaixo os Vídeos: https://www.youtube.com/watch?v=zBRPovqSmzA&feature=player_embedded&x-yt-ts=1422503916&x-yt-cl=85027636

https://www.youtube.com/watch?x-yt-cl=85027636&v=lpvrApeWLIQ&feature=player_embedded&x-yt-ts=1422503916

https://www.youtube.com/watch?v=qBKEJA9LUeY&x-yt-ts=1422503916&feature=player_embedded&x-yt-cl=85027636


Fonte:UFOvni2012
Fonte:UFOnewsUK
Fonte:Felipe Catalán

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Extraterrestres: Eles já estão entre nos …

 

Extraterrestres: Eles já estão entre nós, um depoimento de John Lear

John Lear (JL) , um excepcional piloto e comandante de grande Companhia Aérea dos EUA, já voou com mais de 160 tipos de aeronaves diferentes, sobre mais de 50 países. Ele possui 17 recordes mundiais em velocidade com um jato Lear Jet, e é o único piloto comercial a possuir o certificado de piloto cedido pela Administração Federal de Aviação dos EUA-FAA.

Ele testemunhou pessoalmente o pouso de uma espaçonave alienígena em Bentwaters Air Force Base, próxima a Londres, Inglaterra, quando três pequenos ALF’s (Alien Life Forms, Greys extraterrestres) andaram até o comandante da base e cumprimentaram-no.

Tradução: Thoth3126@gmail.com

John Lear. Ele já voou pelo mundo em várias missões para a CIA e outras agências do governo americano, foi o designer do jato Lear Jet. JL começou a interessar-se pelo fenômeno UFO, 13 meses após falar com o Pessoal da USAF.

Foi testemunha pessoal do pouso de uma nave em Bentwaters Air Force Base, próximo a Londres, Inglaterra, quando três pequenos ALF’s (Alien Life Forms, Greys extraterrestres) andaram até o comandante da base e cumprimentaram-no.

Esta é uma reprodução, transcrição de uma carta e entrevista de vídeo de John Lear (1414 Hollywood Blvd Las Vegas, Nevada-EUA 89110) apresentado no final.

Caro Steven:

Foi bom conversar com você na noite passada. Eu estou lhe enviando os “DULCE PAPERS” (documentos sobre a Base Subterrânea alienígena existente em DULCE, estado do Novo México, EUA) para sua informação (Ver mais em: http://www.thewatcherfiles.com/dulce_book.htm). Também está incluída uma transcrição da conversação McCampbell com Paul Bennewitz e o Projeto Beta.

Também a declaração de Gary Stollman. O que se segue é a minha atual hipótese formada depois desta viagem de duas semanas por Colorado, Novo México e Arizona falando com várias pessoas, algumas da força aérea, algumas dos Laboratórios Sandia e muitas outras.

O Grupo MJ-12,(Majestic-12) representando o governo norte americano, fez um trato com os EBEs (EXTRA-TERRESTRIAL BIOLOGICAL ENTITIES) ou “Greys” no período de 1969- 1970-1971. O “acordo” foi que em troca de tecnologia: os extraterrestres no-la forneceriam e nós ignoraríamos as abduções que estavam acontecendo(e muitos outros fatos). Os EBEs nos asseguraram que estas abduções tinham o único propósito de monitoramento do desenvolvimento de civilizações: (na verdade estas abduções ocorriam visando o atendimento de três propósitos:

(1) inserção de um pequeno aparelho de mais ou menos 3 milímetros de tamanho via nasal no cérebro (implantes) para propósitos de monitoramento e programação do indivíduo abduzido;

2) sugestão pós hipnótica relativa a um evento que ocorreria num prazo de entre dois a cinco anos e que indicaria ao indivíduo algum lugar aonde ir ou alguma coisa a ser feita; mesmo com as nossas melhores técnicas hipnóticas, nós ainda não somos capazes de descobrir o que ou aonde se refere este evento, e

(3) intercruzamento genético (criar uma nova RAÇA HÍBRIDA Alienígena/HUMANA ) entre eles, os EBEs e humanos.

Acima, memorando assinado p/Presidente Harry Truman para o Secretário de Defesa americano à época, James Forrestal (que se “suicidou” – foi assassinado – mais tarde) em 24/11/1947, criando o projeto Majestic Twelve (MJ-12), para análise do assunto vida Extraterrestre (TOP SECRET).

Durante muitas sessões de regressões hipnóticas de mulheres abduzidas com gravidez de término anormal estas mulheres tinham visto estes “cross-breads” (cruzamento de seres humanos híbridos), que geralmente são frágeis seres com cabeças comparativamente grandes, pele fina, braços e pernas muitos finos.

Já que nós não estávamos prevenidos sobre estes fatos, eles levaram a diante o acordo mas insistiram em que uma lista dos indivíduos abduzidos fosse periodicamente submetida ao Conselho de Segurança Nacional e ao MJ-12.

Manual Especial de Operações do Grupo MAJESTIC 12 de 1954.

Os EBEs tem uma desordem genética em seu sistema digestivo, o qual é atrofiado e não funcional. Muitas pessoas especulam que eles podem ter estado envolvidos em algum tipo de guerra nuclear ou então, estarem no final evolutivo descendente de uma curva genética (eles não são mais capazes de se reproduzirem e usam a clonagem para a reprodução da espécie). Para se manterem, eles usam enzima e secreção hormonal obtida das glândulas, línguas e gargantas de gado ou de humanos. (Nota: gado e humanos são geneticamente similares.

Em caso de um desastre em escala nacional, o sangue do gado poderia ser usado em humanos) Esta secreção é misturada com H2O2 (peróxido de hidrogênio]- a chamada água oxigenada -, e uma outra substância. A mistura é então aplicada na pele ou nas mãos, que são mergulhadas nesta solução. O corpo absorve desta forma a mistura e excreta os resíduos também pela pele, pois esses seres não possuem aparelho digestivo e orgãos de reprodução sexual (se reproduzem pela clonagem).

Os integrantes do Grupo Majestic 12 quando o projeto foi implantado. Todos, sem exceção, foram enganados em seus contatos e acordos com seres extraterrestres (conhecidos como Greys).

As mutilações de gado tiveram sua ocorrência predominante entre 1973 e 1983 e foram publicamente noticiadas por revistas e jornais e até em um documentário produzido para a televisão por Linda Howe da rede afiliada da CBS em Denver, Colorado e eram motivadas para a coleta destas secreções e de outros itens. As mutilações incluíam a retirada dos genitais, do reto, olhos, língua e garganta; todos cortados com extrema precisão cirúrgica. As incisões eram feitas entre as células, separando as estruturas moleculares. Esta é a razão porque não havia sangue nos locais e porque não ocorria colapso vascular.

Isto também tem sido realmente aplicável nos casos de mutilação humana, tendo sido um dos primeiros casos o do Sargento Jonathan P. Louette na área de testes de mísseis de White Sands em 1956, que foi achado três dias depois que um major da Força Aérea tinha testemunhado a sua abdução por um objeto voador em forma de disco, mais ou menos as duas horas da manhã. Os genitais dele tinham sido removidos, o reto retirado com uma precisão cirúrgica acima do cólon, os olhos removidos, estava sem sangue e sem colapso vascular. Por algumas destas evidências parece que a “cirurgia” é realizada, na maioria dos casos, com a vítima viva.

Um dos seres Greys de zeta Reticuli 1 e 2, que fizeram acordos com o governo dos EUA e com quem o Grupo MaJestic-12 mantinha contatos regulares e acordos de transferência de tecnologia.

Estas partes são levadas para alguns laboratórios DE BASES subterrâneas, uma das quais é conhecida a sua localização a 2,5 milhas a noroeste da pequena cidade de DULCE, no Estado do Novo México, a um quilômetro de profundidade abaixo de Archuletta Mesa. Esta instalação subterrânea é ocupada por uma coligação de humanos e extraterrestres (CIA-Alien); tendo sido descrita como enorme, com corredores que parecem não ter fim.

Vários desenhos a tinta de fotos tiradas dentro destas instalações foram recentemente liberados com os “Dulce Papers”. As fotos mostram grandes tanques com carne pálida sendo agitada dentro deles. Um ser humano abduzido durante uma sessão de regressão hipnótica recordou de grandes tubos com humanos dentro. “Eu vi um bebê dentro de um deles”.

Uma aparente figura de um ET Grey esculpida em uma tumba Egípcia.

Depois do acordo inicial estabelecido entre o MaJestic-12 e os aliens, Groom Lake (Base hoje conhecida como ÁREA 51 em Nevada-USA), um dos mais secretos centros de teste nacionais, localizado em Nevada foi fechado por um período de dois anos (1972-1973); é uma enorme instalação subterrânea para e com a ajuda dos EBEs. A “barganha por tecnologia” ocorreu, mas só podia ser operada pelos próprios ETs. É desnecessário dizer que esta tecnologia não pode ser usada contra os extraterrestres em caso de nossa necessidade.

Durante o período de 1979 a 1983 cada vez foi ficando mais óbvio para o MJ-12 que as coisas não estavam saindo como haviam sido planejadas. Logo se tornou conhecido que muito mais pessoas (contadas em milhares) que estavam sendo abduzidas não constavam das listas de abduções oficialmente fornecidas ao Conselho de Segurança Nacional (National Security Council_NSC) e ao MJ-12 e que as abduções incluíam outras atividades ao invés de se restringirem ao “simples monitoramento realizado por uma civilização avançada”. Adicionalmente, se tornou óbvio que muitas, mas não todas, (mas a maioria) das crianças americanas desaparecidas também tinham sido usadas para obtenção dos materiaisrequeridos pelos EBEs.

Acima: “Durante uma limpeza da casa de seu falecido pai, Alan Lewis encontrou essa foto do mesmo ao lado de um container com um corpo de um ET Grey morto e mumificado (provavelmente de Vega/Lyra ou SERPO), constando em baixo à direita um badge com o logotipo da base de Groom Lake/Área 51!!!!

Em 1979, ocorreu uma altercação entre as partes no laboratório de Archuletta, na Base subterrânea de DULCE. As Forças Especiais Delta foram chamadas para tentar libertar um grupo de pessoas que estavam aprisionadas na instalação e que tinham tomado conhecimento do que estava acontecendo. 66 soldados morreram nesta tentativa de resgate e os humanos não foram libertados.

Em 1984, o MJ-12 deve ter visto, paralisado de horror, o terrível engano que foi cometido quando fizeram acordos com estes alienígenas EBEs (do planeta SERPO, sistema solar de Zeta Reticuli 1 e 2 ). Eles haviam sub-repticiamente (o MJ-12) promovido a produção dos filmes “Contatos de Terceiro Grau (“CLOSE ENCOUNTERS OF THE THIRD KIND”) de Spielberg e “E.T.” para começar a familiarizar o público da existência destes aliens de “aparência estranha” que seriam compassivos, benevolentes, e verdadeiros irmãos espaciais. Eles “venderam ” ao público esta imagem dos EBEs e agora estavam diante do horripilante fato de que a verdade era justamente o oposto.

Além disso, um plano havia começado em 1968-1969 para fazer com que o público de nosso planeta soubesse da realidade ET nos próximos 20 anos, que culminaria com muitos documentos sendo liberados durante o período compreendido entre 1985-1987. Estes documentos explicariam a história e as intenções dos EBEs. A descoberta desta “Grande Mentira” fez com que as esperanças, planos, desejos e sonhos do MJ-12 entrassem em completa confusão e se instalasse o pânico.

Localização da principal Base Subterrânea americana Groom Lake/Área 51 – dentro do retângulo amarelo no centro – que desenvolve projetos secretos com base em tecnologia ET recuperada de naves que se acidentaram nos EUA junto à Nellis Air Force Range e do Nevada Test Site.

Para saber mais sobre ÁREA 51: http://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair/; http://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair-parte-2/; http://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair-parte-3/ e http://thoth3126.com.br/area-51-e-seus-segredos-por-david-adair-parte-de-final/

Encontros no “Country Club”, uma hospedagem afastada que possui um campo de golfe particular e apropriadas instalações para descanso e trabalho que foram construídas para uso exclusivo dos membros do MJ-12, agora se dão em meio ao clima da divisão em facções quanto à decisão que deva ser tomada. Parte do MaJestic-12 deseja confessar todo o esquema e debate de que forma isto deve vir a público, de que forma apresentar suas desculpas, e pedir apoio.

A outra metade do MJ-12 rebate com a afirmação de que não há maneira de se fazer isto, a situação seria insustentável e não é de qualquer utilidade excitar o público com o conhecimento da “horrível verdade” e assim, o melhor plano seria continuar o desenvolvimento de um arsenal que pudesse ser usado contra os EBEs sob a cobertura do “SDI”, a Iniciativa de Defesa Estratégica (STRATEGIC DEFENSE INITIATIVE), que nunca teve nada a ver com a defesa contra mísseis nucleares soviéticos.

Enquanto estas palavras estão sendo escritas, o Dr. Teller “pai da bomba H”, está nos túneis de teste da Área de Teste de Nevada (ÁREA 51) dirigindo seus trabalhadores e associados conforme um deles diz, “como um homem possuído”. Ele também conta que o Dr. Teller foi um dos membros do MJ-12, juntamente com o Dr. Kissinger, Bobby Inman e possivelmente o Almirante Poindexter, para citar alguns dos atuais membros do MaJestic-12.

Antes da “Grande Mentira” ter sido descoberta e de acordo com os planos meticulosos de controle da liberação de informação para o público, alguns documentários e videoteipes foram feitos. William Moore, um pesquisador ufológico de Burbank, Califórnia recebeu um videoteipe por meio de seus contatos com membros do MJ-12 que tiveram um grande interesse no livro de Mr. Moore, “The Roswell Incident”, publicado em 1980.

O livro detalha a queda, resgate, e subsequente história da cobertura sobre um UFO com quatro corpos de aliens mortos. Eles (o MJ-12) decidiram usar Moore como um entre alguns condutores que iriam ajudar na gradual tentativa de liberação da informação sobre a existência de aliens.

Sobre a queda e resgate de UFOs e seres alienígenas em ROSWELL: http://thoth3126.com.br/roswell-entrevista-com-o-coronel-philip-j-corso/; http://thoth3126.com.br/roswell-o-dia-depois-da-qaeda-de-um-ufo/ e http://thoth3126.com.br/roswell-o-dia-depois-da-qaeda-de-um-ufo-de-final/

O vídeo que Mr. Moore recebeu era o de uma entrevista de dois muito conhecidos homens de notícias com um agente militar associado ao MJ-12. Na entrevista o oficial militar responde perguntas relacionadas à história do MJ-12 e o acobertamento, o resgate de alguns discos voadores, a existência de vida alienígena (um entre três EBEs ainda estava vivo, entre os designados EBE1, EBE2, e EBE3) e sendo mantido em uma instalação denominada YY-II em Los Alamos, Novo México. A única outra instalação deste tipo é localizada na base aérea de Edwards Air Force Base em Mojave, Califórnia. O oficial citou nomes anteriormente mencionados e alguns outros até então não conhecidos: Harold Brown, Richard Helms, Gen. Vernon Walters, e Von Karmon.

O oficial também citou o fato de que os EBEs afirmavam terem sido os criadores de Cristo. Os EBEs teriam algum tipo de aparelho de gravação que teria gravado toda a história do planeta Terra e esta história poderia ser apresentada na forma de hologramas. Este holograma pode ser filmado da forma em que ele funciona mas as coisas não aparecem então nitidamente. A crucificação de Cristo no Monte das Oliveiras aparentemente teria sido filmada para ser mostrada ao público. Os EBEs afirmaram que criaram Cristo tendo em vista a “Grande Mentira”, que pode ser um esforço para romper com os valores tradicionais; a razão para isto é desconhecida.

Parte do interior das instalações da Base Área 51 em Nevada.

Um outro videoteipe que se diz existir é o de uma entrevista com um EBE. Como os EBEs se comunicam por meios telepáticos, um Coronel da Força Aérea serve como intérprete. Exatamente antes da recente queda do mercado de ações, alguns homens de notícias, inclusive Bill Moore tinham sido convidados a Los Alamos para pessoalmente filmarem e distribuírem ao público um tipo similar de entrevista. Aparentemente, por causa da queda do mercado, houve o sentimento de que o tempo não era propício.

Moore também possui outros documentos do Projeto Aquarius, do qual as primeiras poucas páginas apareceram alguns anos atrás e detalhavam um projeto super secreto da NSA (National Security Agency) que tem sido negado por eles até bem recentemente. O Projeto Aquarius trata da comunicação com aliens, especificamente os EBEs (de SERPO). Dentro do projeto Aquarius estava o Projeto Snowbird, que se refere ao teste de uma espaçonave alienígena recuperada em Groom Lake, Nevada.

Moore sentiu que o MJ-12 tinha jogado com ele, prometendo ir a público com muitas das informações sobre os extraterrestres durante um longo tempo. Então, ele tomou a decisão de que se o MJ-12 não levasse em frente a informação e a liberasse publicamente até o final de 1987 então ele, Moore, iria liberar/trabalhar com o material, “com o que ele tinha obtido”, i.e. os videoteipes, os documentos remanescentes do Projeto Aquarius e outros materiais que ele possuía.

Algumas das afirmações de Moore levam alguns a acreditar que ele é um agente do governo trabalhando para o MJ-12, não se estendendo muito, mas se estendendo o suficiente para fazer com que muitos ufologistas esperançosos acreditem que a verdade está somente na periferia. Considere o seguinte:

1.. Moore afirma enfaticamente que ele não é um agente do governo, entretanto quando Les Graham (um ufologista do sul da California) foi investigado pelo DIS em razão de documentos que ele havia recebido de Moore, Moore negou ter estes documentos.

2.. Moore afirma enfaticamente que as mutilações de gado eram uma farsa para que Linda Howe criasse publicidade para si própria. Ele cita o livro “Mute Evidence” como a linha inferior da farsa.

3.. Moore afirma que o livro de física da academia da força aérea americana “Introductory Space Science” Volume II Capítulo 13 intitulado Unidentified Flying Objects e que descreve os quatro tipos dos aliens mais vistos (um dos quais era um EBE) foi escrito por um Tenente Coronel e um Major que não sabiam do que estavam falando e estavam meramente citando “excentricidades”. Ele disse que o livro foi recolhido para a eliminação deste capítulo.

 

Foto do suposto encontro no dia do acordo do Presidente Eisenhower com ETs Greys de Serpo, da Constelação de Zeta Reticuli 1 e 2 http://www.exopolitics.org/.

Se o governo sentiu que eles estavam sendo forçados a reconhecer a existência de aliens na Terra em virtude da esmagadora e progressiva quantidade de evidências e levando em consideração a “Grande Mentira” e as intenções obviamente hostis dos EBEs, poderia ser manobra do MJ-12 admitir os EBEs mas esconder a informação sobre as abduções e as mutilações. Se o MJ-12 e Moore estavam em algum tipo de acordo seria benéfico para ambas as partes estabelecer uma linha de separação. Por exemplo “…aqui estão muitos outros documentos genuínos, mas não discuta sobre as mutilações ou as abduções”. Se Moore ainda estivesse trabalhando para o MJ-12 ele seguiria esta linha pré estabelecida de qualquer forma …negando as mutilações e as abduções.

O tempo dirá. É possível que Moore vá em frente e apresente o vídeo da entrevista com o oficial militar por volta do ano novo. Do ponto de vista do MJ-12 o público receberá a informação sem realmente nela acreditar por que Moore não é uma fonte que goze de credibilidade, disse, o Presidente dos Estados Unidos. Após alguns meses de digestão e de discussão uma fonte muito mais acreditada pode emergir com uma informação que é, de fato, a de que a entrevista é de fato verdadeira.

Um aviso muito objetivo para a humanidade, deixado em um Crop Circle em uma plantação na Inglaterra, com a imagem de uma raça (greys) alienígena e um claro aviso em código binário contido no círculo com essa mensagem:CUIDADO COM OS PORTADORES DE FALSOS PRESENTES (tecnologia) E SUAS PROMESAS QUEBRADAS. MUITA DOR MAS AINDA HÁ TEMPO. EELrijue. EXISTE BONDADE LÁ FORA. NÓS NOS OPOMOS AO ENGANO. CONDUTO FECHANDO” [som de sino]“ Ao que parece ainda temos “Amigos lá fora”

Se, por outro lado, Moore não liberar o vídeo até, digamos, 01 de fevereiro, e vir com uma história parecida com: “MJ-12 me informou que eles estão definitivamente planejando uma liberação total de toda informação para outubro de 1988. Eu vi o planejamento e vi garantias que isto acontecerá. Assim, decidi que a liberação no momento presente do meu videoteipe poderia causar “, isto seria, na verdade, ganhar mais tempo para o MJ-12, e tempo é o que eles precisam desesperadamente.

O restante de nós tem apenas que supor que a grande imagem está em qualquer lugar. Será que os EBEs, após terem feito centenas de milhares de abduções e construído um desconhecido número de bases subterrâneas, (Groom Lake (Área 51), Dulce, Sunspot, Datil, Pietown, Northern Nevada, Roswell (e outras em países da Europa, África e Australia), só para nomear algumas) estarão prontos para voltarem para onde eles vieram? Ou analisando a óbvia preparação, nós podemos pensar que de fato eles estão se preparando para algo maior? Ou ainda, uma situação mais sinistra e mais provável, a de que a invasão já está essencialmente completada e tudo mais é em vão.

Uma invasão bem planejada da Terra para obtenção de recursos e benefícios não começaria com aterrissagens em massa e um monte de armas de raios. Uma invasão bem planejada e executada por uma civilização milhares, ou provavelmente, centenas de milhares de anos de avanço (TECNOLÓGICO) sobre nós, estaria antes completa e apenas uns poucos, talvez 12 pessoas, dela teriam conhecimento. Sem distúrbios, tranqüilamente efetuada.

Aqui está uma lista de alguns dos prováveis visitantes da Terra. O único lar conhecido (e visitado por uma equipe de intercâmbio de 12 militares dos EUA que lá permaneceram, no planeta SERPO, durante treze anos) destes visitantes é o dos EBEs que se encontra na estrela/sol , na constelação de Zeta Reticuli 1 e 2, um sistema estelar binário visível no hemisfério sul, a aproximadamente 38 anos luz da Terra e com uma classe espectral G2, idêntica ao nosso sol.

Para saber mais veja em: http://thoth3126.com.br/category/serpo-zeta-reticuli/

Três tipos de EBEs (Greys):

Grey-1: 1,25 a 1,32 metros de altura, grande cabeça com grandes olhos oblíquos (se reproduzem por clonagem). Reverenciam a tecnologia. Não se importam com a Humanidade.

Grey-2: O mesmo tipo, diferente arranjo de dedos, face ligeiramente diferente. Mais sofisticados do que os de tipo 1, usam o senso comum e são passivos. Parecem não precisar de secreções.

Grey-3: O mesmo tipo básico. Lábios mais finos. Mais subservientes aos outros dois tipos.

Louros, Suecos, Nórdicos (Pleiâdes, Sirius e Órion)

Similares aos Humanos. Cabelos louros, olhos azuis. Não quebrarão a lei universal (1ª diretriz universal, respeito ao livre arbítrio) da “não interferência” para nos ajudar. Só poderão interferir se a atividade Grey causar um efeito adverso em outra parte do Universo.

Interdimensionais: Entidades que podem assumir formas humanas variáveis. São de natureza pacífica.

Anões Cabeludos: 1,32 metro de altura, aproximadamente 20 quilos de peso. Extremamente fortes, cabeludos e neutros. Não são nocivos à vida inteligente.

Raças brancas muito Altas: Se parecem com os humanos e tem mais de dois metros de altura. São unidos aos Nórdicos Louros.

Humanos de aparência similar aos louros, vistos com os Greys: São criados pelos Greys. Tem mentalidade infantil.

MIBs (Men In Black- Homens de Preto): Os homens de preto. Todos se vestem totalmente de preto. Usam óculos escuros. A pele é muito pálida. Não agem de acordo com os padrões comuns. São extremamente sensíveis à luz. Podem ser uma imagem holográfica.

Constelação de RETICULUM, próxima de SÍRIUS, cujos sóis duplos Zeta 1 e 2 é a origem de um tipo de ETs Greys (Planeta SERPO) que manteve contado/acordos com o governo americano.

As Estrelas/sóis duplos Zeta Reticuli 1 e 2, onde esta localizado o planeta SERPO.

Mais informações em:http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua/; http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-misterios-e-controle-alienigena/; http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua-ii/ e http://thoth3126.com.br/category/serpo-zeta-reticuli/

Isto é tudo o que tenho para você agora exceto que ainda tenho que dizer para você que Moore mostrou o videoteipe para ver as reações das pessoas. Uma destas pessoas foi Paul Harvey, um comentarista de notícias muito conhecido e amigo pessoal. Paul disse que viu a evidência mas rejeita o conteúdo. Eu falei com ele outro dia brevemente pelo telefone para dizer a ele que o vídeo era verdade e que teria de fato informação importante e que ele devia estar atento para o que se conhece como “a Grande Mentira” [são tantas…].

Eu contei a ele que ao menos uma coisa não era verdade, a história que os EBEs inventaram Cristo. Ele disse que, de qualquer forma, não tinha acreditado nesta parte. Eu falei a ele que seria importante conhecer “o resto da história” e que eu estarei em Chicago em poucas semanas para falar com ele. Ele disse que eu serei bem vindo.

Uma palavra sobre “canalizações e canais”. Pura e sem adulterações ilusões. Os Greys tem criado estes “Irmãos Espaciais” para apelar para um certo segmento da população que poderia estar procurando por informação real. (Em parte esse fato é real, a maioria das canalizações são forjadas, devemos ter critério e sensibilidade ao tomarmos contato com esse material, e sermos “muito intuitivos” a respeito deles).

Postado originalmente em outubro, 2012.

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Fonte: https://extraterrestresmyblog.wordpress.com/2013/04/04/extraterrestres-eles-ja-estao-entre-nos/

domingo, 25 de janeiro de 2015

ALERTA - Asteroide do Tamanho de Cinco Campos de Futebol se Aproxima da Terra, Visível em ( 26 de Janeiro 2015 )

 

Um asteroide do tamanho de cinco campos de futebol está se aproximando da Terra, esperado passar pela pela Terra na segunda-feira 26/01/2015. Ele será visível através de binóculos potentes - definitivamente vale a pena ver; da próxima vez que tal um asteroide poderia estar tão perto de novo será em 2027. No ponto mais próximo da Terra, asteroide 2004 BL86 vai estar a uma distância de 1,2 milhões de quilômetros, os quais - cerca de três vezes a distância da Terra à Lua. Estima-se que 0,5 quilômetros de diâmetro, é classificado pelos cientistas como potencialmente perigoso. Um objeto espacial é considerado "potencialmente perigoso", se cruza a órbita da Terra a uma distância de menos de 0,05 UA (cerca de 19,5 distâncias da Terra à Lua ), e se o seu diâmetro seja superior a 100-150 metros. Objetos deste tamanho são grandes o suficiente para causar uma destruição sem precedentes, ou gerar um tsunami no caso de cair no oceano. Você também pode assistir 2004 sobrevoo de BL86 na luz visível (ao contrário de observações de radar) ao vivo segunda-feira, através do Projeto Telescópio Virtual em Itália.

Obs: Ative as legendas e tradução no vídeo.
Mais um post by: UFOS ONLINE
Veja os Vídeos Abaixo:
Fonte:DAHBOO77
Fonte:Newsy Science
Fonte:alexandre cesar gomes cesar

sábado, 24 de janeiro de 2015

MARTE - A imagem mais nítida da NASA de uma Construção em forma de Cúpula ( Base Alien ?)

 

Esta imagem capturada pela Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) parece ser uma cúpula gigante!
A imagem com uma gama de 296,5 km (185,3 milhas) ao alvo.
Veja a impressionante imagem com detalhes incríveis e formas delineadas.
O que parece ser uma Base Alienígena, ou seria uma Base de seres humanos?
Foto original no link abaixo:
http://photojournal.jpl.nasa.gov/catalog/?IDNumber=PIA17985
Realmente uma das melhores imagens capturadas pela NASA, com muita nitidez.
Mais um post by: UFOS ONLINE

Estados Unidos: incrível Avistamento de UFO sobre Nova York

 

O vídeo que mostramos hoje, diz respeito a um avistamento de um UFO espetacular que ocorreu em 14 janeiro de 2015 sobre Nova York. Para documentar o episódio foi um morador local, que na tarde de 14 de janeiro notou um objeto estranho que tinha aparecido de repente.

O cinegrafista afirma que o objeto estava fazendo um som estranho que pairou no ar por três minutos antes de desaparecer.

A forma irregular do objeto voador não identificado misterioso alegou ter sido visto no céu acima de Nova York.

Ele também falou que a vida selvagem na área foram afugentados pelo objeto, que estava fazendo um barulho misterioso.

A matéria também pode ser vista no http://www.mirror.co.uk

Mais um post by: UFOS ONLINE

http://ufosonline.blogspot.com.br/

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Arquivos da Força Aérea dos EUA sobre OVNIs vão para a web

 

Projeto de disco voador da Força Aérea dos Estados Unidos

Projeto de disco voador da Força Aérea dos EUA: documentos são "apenas a ponta do iceberg", diz entusiasta

Jonas CarvalhoJonas Carvalho, de EXAME.comSiga-me

São Paulo - Os entusiastas da ufologia poderão se aprofundar ainda mais no tema agora.

Arquivos do Blue Book project, um projeto da Força Aérea dos Estados Unidos lançado para investigar relatos sobre Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs), foram disponibilizados em um banco de dados on-line.

De acordo com a CNN, após 15 anos de solicitações do entusiasta John Greenewald, ele conseguiu reunir mais de 10 mil PDFs com quase 130 mil páginas a respeito de casos relacionados a objetos que poderiam ser extraterrestres.

Cada documento descreve um caso diferente, e traz detalhes inclusive de investigações de casos famosos nos EUA, como o incidente de Exeter, o caso Kenneth Arnold e o caso Mantell.

Antes, documentos desse tipo estavam disponíveis apenas em microfilmes do Arquivo Nacional de Washington ou em sites dedicados ao tema, muitas vezes sem acesso livre.

"Acho que esse material poderia ser acessível", disse Greenewald, que afirma ser o primeiro a compilar cada documento do projeto. Mesmo assim, ele acredita que esses arquivos são "apenas a ponta do iceberg".

O projeto, que durou de 1947 a 1969 no quartel-general da Força Aérea em Ohio, foi encerrado após avaliação de que nenhuma informação relevante foi obtida.

9 planetas encontrados recentemente

Os exoplanetas giram em torno de estrelas além do nosso sistema solar. Conheça os descobertos recentemente

1/9NASA/JPL-Caltech

UFC-1.01

31/07/2012 15:21

Tela cheia

UFC-1.01

São Paulo - A NASA encontrou um exoplaneta menor do que a Terra. Segundo os astrônomos, ele tem apenas dois terços do tamanho do nosso planeta e está a uma distância de 33 anos-luz daqui. Além de pequeno, ele é muito quente.

Os exoplanetas giram em torno de estrelas além do nosso sistema solar. Por isso, é muito difícil encontrar algum que seja menor do que a Terra. Porém, identificar esses planetas pode ajudar os astrônomos a encontrar um mundo habitável aos seres humanos.

As observações foram feitas com o Telescópio Espacial Splitzer, que encontrou o UCF-1.01 por acaso enquanto os pesquisadores observavam outro planeta, que gira em torno da estrela anã GJ 436. Os astrônomos notaram mudanças constantes na quantidade de luz infravermelha emitida pela estrela. Essa é uma evidência de que outro planeta poderia bloquear uma pequena fração dessa luz.

O UCF-1.01 gira em torno de uma estrela anã a cerca de sete vezes a distância entre a Terra e a Lua. Por isso, o seu ano deve durar apenas 1,4 dia terrestre. Por estar próximo de sua estrela, ele pode ter uma temperatura de mais de 600ºC na superfície.

Tópicos: Ciência, Estados Unidos, Países ricos, Internet, Sites

http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/arquivos-da-forca-aerea-dos-eua-sobre-ovnis-vao-para-a-web

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Veneno na Torneira

"Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso."

Provavelmente você ficaria muito alarmado se lhe dissessem que, sem o seu conhecimento, administram regularmente medicamentos com uma substancia mais venenosa que o chumbo, que pode causar fragilidade óssea e câncer, entre uma serie de outras doenças e, que é o componente principal das drogas que alteram o cérebro. Isso é o que alguns médicos qualificados e conselheiros de saúde dizem que ocorre a milhões de pessoas no mundo inteiro. Que substância agressiva é essa? O flúor na água potável.

A maioria de nos conhece o flúor como preventivo das cáries. Por isso foi acrescentado à maioria dentifrícios, supostamente para reduzir as visitas ao dentista das crianças. Contudo, na historia do uso do flúor há um aspecto muito ameaçador.

Foi provado que o flúor pode endurecer a superfície dos dentes, porém, também trata-se de um elemento altamente tóxico relacionado com um grande número de doenças físicas e mentais. Estudos publicados recentemente demonstram que a metade do flúor (ácido hexafluorsilícico) que se acrescenta na água potável do Reino Unido pode produzir danos genéticos.

Desde a Segunda Guerra Mundial não se realizou nenhuma pesquisa sobre os efeitos potencialmente letais do flúor. Contudo vários cientistas, entre eles o Dr. Hans Moolenburg, um dos principais ativistas da campanha anti-flúor dos Países Baixos, estão convencidos de que em muitos países da Europa Ocidental se está reforçando um perigoso e sinistro esquema de medicação massificada que foi usado na Alemanha nazista.

Nos piores dias da Segunda Guerra Mundial, centenas de inocentes foram exterminados nos campos de concentração alemães. A morte por doenças, inanição e extrema brutalidade era algo cotidiano e isso era complementado com o emprego de drogas e produtos químicos. Os cientistas nazistas, desejando manter um clima de temor tinham encontrado um método simples de controlar o comportamento dos prisioneiros dos campos.

Jovens sobreviventes do campo de concentração de Auschwitz, esperando pela libertação. Os nazistas "ministraram" flúor na água dos campos de extermínio, que agiu como sedativo, apaziguando os prisioneiros. Apesar desse precedente, o uso da água fluorada ainda é promovido em diversos países. O flúor também é empregado como componente ativo de poderosos tranqüilizantes.

Descobriu-se que repetidas doses em quantidades muito pequenas de flúor afetam o cérebro, envenenando e narcotizando lentamente as pessoas e tornando-as submissas. Ansiosos em explorar o efeito do flúor, os comandantes dos campos alemães o acrescentaram ao abastecimento d'água.

Os efeitos da água fluorada impressionaram fortemente os serviços de inteligência. Consideraram que a água fluorada era o meio ideal para controlar as populações depois de seus países terem sido invadidos. Antecipando-se à vitória, a fábrica alemã de produtos químicos I. G. Farben, instalada em Frankfurt, foi a encarregada da produção massificada de flúor destinado aos campos de extermínio e a outros futuros usos possíveis.

No final da Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos encarregaram Charles Eliot Perkins, um pesquisador especializado em química, patologia e fisiologia, de estudar a técnica de controle da mente de I. G. Farben. Em sua pesquisa na Alemanha, Perkins obteve várias conclusões assustadoras. Informou que "quando os nazistas, sob as ordens de Hitler, decidiram atacar a Polônia, ao estados maiores alemão e russo intercambiaram idéias, planos, cientistas e militares. Os russos adotaram o esquema de controle de massa através da medicação, porque adaptava-se perfeitamente aos seus planos de domínio do mundo..."

Perkins não envolveu a inteligência aliada nessa pesquisa sobre o controle mundial de mente dos russos, porem, uma investigação mais detalhada da I. G. Farben e suas relações industriais, revela algumas conexões suspeitas.

A I. G. Farben expandiu-se durante os anos vinte e estabeleceu laços através de Wall Street com a companhia de automóveis de Henry Ford, com a General Motors de J. P. Morgan e com a Standard Oil, propriedade da família Rockfeller.

Nos anos trinta, milhões de dólares foram investidos nesses acordos e a relação continuou durante a Segunda Guerra Mundial. É interessante observar que nenhuma das fábricas e edifícios da I. G. Farben foram bombardeados, sabotados ou danificados pelos aliados durante a guerra. O pesquisador Ian E. Stephens disse que os comandantes das missões de bombardeio tinham instruções, procedentes provavelmente dos altos escalões do governo dos Estados Unidos, para evitarem esses edifícios. Porém, por qual motivo?

Desde a depressão dos anos vinte, as organizações como a fundação Rockefeller e a família Ford tinham incentivado publicamente as políticas de controle de população a longo prazo. Também sabe-se que certo numero de pessoas influentes do comércio e da industria tinham investido grandes somas de dinheiro nos projetos da I. G. Farben antes e durante a guerra. Entre elas a família Mellon.

Essa família fundou a Mellon Institute em 1913 como uma organização independente para patrocinar avanços na ciência e na industria. O instituto também participou da "descoberta" do flúor como "um maravilhoso preventivo das cáries dentárias".

A família Mellon também fundou a Aluminium Company of America (ALCOOA). O flúor é um subproduto altamente tóxico da fabricação do alumínio e a ALCOOA foi processada com freqüência por envenenar gado, colheitas e correntes de água. As medidas de segurança eram caras. Por tanto, o que se podia fazer para eliminar esses custos e, talvez, até tornar os materiais residuais rentáveis?

Segundo o Pesquisador de Flúor Ian E. Stephen, a primeira ministra Thatcher triplicou o orçamento para o tratamento da água com flúor da Irlanda do Norte em meados dos anos oitenta. Stephen suspeita que isso não foi motivado por uma preocupação com a saúde dentária e sim, por uma tentativa de pacificar a região.

A ALCOOA e outras indústrias produtoras de flúor financiaram a pesquisa que parecia indicar que pequenas quantidades desse elemento não eram perigosas para os seres humanos. Inclusive a pesquisa sugeria que o flúor protegia contra as cáries dentárias. Os incentivadores concentraram-se no que eles viam como vantagens para a saúde, ignorando por completo os desconhecidos e adversos efeitos cumulativos dessa substância tão tóxica.

Os cientistas que trabalham para a American Dental Association ( ADA) sob o patrocínio da ALCOOA continuaram promovendo o flúor, apesar do uso que os fizeram dele. Ainda que dezenas de cientistas e organizações de pressão questionassem as manifestações do grupo partidário do flúor, a opinião pública aceitou rapidamente as supostas qualidades do novo protetor dental.

Diante da inquietação de muitos cientistas que questionaram os seus benefícios para a saúde, a ADA lançou uma campanha promovendo o uso do flúor. A aprovação do United Stades Public Health Service ( USPHS ) reforçou a confiança na nova "droga maravilhosa" e, em meados dos anos quarenta, várias cidades dos Estados Unidos começaram a adicionar o flúor em seus abastecimentos de água. Os propagandistas obtiveram "aprovações" de instituições que recebiam protestos aos quais não davam resposta e foi dado sinal verde para uma campanha a favor do uso do flúor em escala nacional.

Desde o final dos anos cinqüenta, o USPHS canalizou milhos de dólares dos contribuintes dos EUA para promovem o uso do flúor em outros países e muitas nações aderiram ao projeto. Porém, a maioria dos países europeus deixaram-no de lado e outros que tentaram implantá-lo, logo o abandonaram devido aos seus efeitos adversos contra a saúde e à sua ineficácia geral.

A crença comum é a de que o tratamento com flúor é efetivo por toda a vida, porém, pesquisas demonstram que a sua proteção desaparece antes da pessoa completar 20 anos. De fato, muitos especialistas afirmam que não existem provas de que o flúor seja benéfico para o dentes.

Causando grande perturbação no US National Institute of Dental Research (NIDR), as análises independentes de um relatório do próprio NIDR de 1988 sobre o dados odontológicos de 39.107 crianças dos Estados Unidos, demonstraram que praticamente não havia nenhuma diferença no número de cáries entre as crianças que viviam em regiões onde esse tratamento não era aplicado.

A pesquisa sobre os outros usos do flúor é reveladora. Os tranqüilizantes, que vão desde os sedativos suaves prescritos para a depressão, até os poderosos medicamentos que alteram a mente, transformaram-se em uma indústria multimilionária.

Mais de 60 tranqüilizantes do mercado contêm flúor, aumentando profundamente a potência dos outros componentes desses medicamentos. O acréscimo de flúor no tranqüilizante Diazepam (Valium) produz um tranqüilizante mais forte, o Rohypnol. Ambos são fabricados pela Roche Products, uma filial da I.G.Farben, juntos com outros medicamentos semelhantes. O potente tranqüilizante fluorado Stelazine é empregado profusamente em asilos e instituições para doentes mentais em todo o mundo.

À medida que revela-se mais informação sobre o acréscimo de flúor na água a ansiedade do público aumenta. Seus defensores dedicam centenas de estudos que provam a efetividade do flúor na prevenção contra as cáries dentárias, porem, a união de cientistas profissionais da US Environmental Protection Agency indicam a existência de encobrimentos deliberados dos graves riscos para as populações assim como a difamação e até a demissão dos cientista que se atrevem a falar da verdade.

Para a maioria dos dentistas, o uso do flúor é um "medicamento maravilhoso" que oferece resistência a má higiene bucal e aos problemas de dieta. Para outros, trata-se de um método desleal e cínico para modificar nosso comportamento e de um meio que permite a industria rentabilizar um perigoso produto residual. Muitos encaram o uso do flúor nos abastecimentos de água como um medicamento massificado forçado. A negação dos riscos para a saúde por parte dos organismos oficiais fazem com que alguns pensem que o uso do flúor serve como uma forma de controle social. Apontam a história do uso do flúor e seus vínculos documentados como sendo, talvez, um dos mais perversos regimes desse século.

TESTEMUNHA

Dennis Edmonson usou o medicamento "Exspansyl spansule" entre 1970 e 1976, para combater a asma provocada por sua exposição a produtos químicos clorados quando trabalhou no King's Royal Rifles, durante a segunda guerra mundial. O Exspansyl contem stelazine, um componente fluorado com grandes efeitos tranqüilizantes. Perguntaram-lhe como sua vida foi afetada com o uso desse produto:

"Terrivelmente. O flúor em minha medicação aumentou sua potência em 25 vezes e, diariamente, tomei equivalente a 100 miligramas de flúor durante seis anos. Posteriormente foi diagnosticado que eu sofria de hipondilose, osteoporose, cifose, escoliose, espondilosem astefilose, coração grande, candidiase, glaucoma, em um dos olhos e próstata calcificada. Também fiquei impotente sexualmente desde que comecei a tomar a medicação em 1970 e tive que abandonar meu trabalho como jardineiro em 1980 devido às dores na coluna e nas articulações."

Quais foram as medidas oficias que o senhor tomou para esse problema ao conhecimento do publico?

"Estive em luta com a junta de pensões da guerra desde 1977, alegando que minha situação era resultado do medicamento que me havia sido prescrito. Até agora concederam-me um acréscimo de 10% na minha pensão por minha invalidez provocada pela candidiase e pelo glaucoma. Também estou exigindo uma indenização da companhia farmacêutica. Porem, além da minha penosa situação, perdi aproximadamente 7,5cm de altura. Como poderei remediar isso?

DESAFIANDO O PARLAMENTO

Peter Robinson

Apesar da generalizada oposição. Em 1973, estabeleceram-se na Irlanda do Norte dois programas de uso do flúor, porem, não foi guardado nenhum relatório de suas avaliações. O ministério de saúde admitiu que "não havia sido realizadas nenhuma pesquisa definitiva para avaliar os benefícios de cada um dos programas de uso do flúor aplicadas na Irlanda do Norte".

Com a ajuda da National Pure Water Association. Pediram ao deputado Peter Robinson que questionasse o Parlamento sobre o acréscimo de flúor na água da Irlanda do Norte. O deputado fez as seguintes perguntas: A câmara sabe que não há nenhuma pesquisa que prove a efetividade e a inoculidade do uso do flúor na água? A câmara sabe que existe um relatório que prova a periculosidade e a ineficácia da água fluorada? Até agora não se recebeu nenhuma resposta.

RECONHECIMENTO OFICIAL

Em novembro de 1996, Kevin Isaacs, de dez anos, obteve um indenização de 1.000 libras do fabricante de dentifrícios Colgate-Palmolive.

Foi diagnosticado fluorose dental em Kevin, um sinal evidente de uma superexposição ao flúor. Os dentes fluoríticos ficaram "furados" e manchados e podem cariar-se além de ficarem quebradiços. Durante os últimos cinco anos, mais de trezentas famílias processaram os fabricantes de produtos fluorados.

Apesar das angustiantes provas, a British Medical Association (BMA) mostra-se inflexível em relação a idéia de que a adição de flúor na água e nos produtos dentários não é nociva. A BMA também pressiona o governo para que convença mais companhias de água do Reino Unido a acrescentar o flúor em seus abastecimentos. Essa política contrasta com a polêmica entre os médicos, que continuam divididos sobre os benefícios do uso do flúor na água potável.

REALIDADES DO FLÚOR

· O flúor é mais tóxico que o chumbo, cuja quantidade na água potável não deve superar 0,5 partes por milhão (ppm). O nível do flúor na água potável costuma ser da ordem de 1,5 ppm.

· Em um relatório da Universidade da Flórida é dito: "Uma solução de 0,45 ppm de fluoreto de sódio é suficiente para fazer com que as reações sensoriais e mentais fiquem mais lentas".

· Na Sicília foi achada uma relação entre as regiões de alta concentração de flúor na água com a ocorrência graves doenças dentárias.

· No Reino Unido, aproximadamente 5,5 milhões de pessoas bebem água fluorada artificialmente.

· A US Food and Drug Admistration considera que o flúor é um medicamento não aprovado, para o qual não existem provas de inocuidade e de efetividade. Não o consideram como um nutriente essencial nas dietas.

 

Fonte: http://www.umanovaera.com/conspiracoes/Veneno_na_Torneira.htm

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Estados Unidos disponibilizam na Internet 12 mil ficheiros sobre OVNI

 

por DN.ptOntem

Caso observado em Tulsa, nos EUA, em 1947

Caso observado em Tulsa, nos EUA, em 1947

Documentos da Força Aérea norte-americana descrevem 12.618 observações de Objetos Voadores Não Identificados entre 1948 e 1970.

Documentos microfilmados que relatam mais de 12 mil observações de OVNI feitas pela Força Aérea norte-americana foram agora divulgados gratuitamente na Internet.

No site Project Blue Book é possível consultar 12.618 casos, documentados e investigados pelos militares americanos entre 1948 e 1970.

701 destes casos continuam por explicar, escreve o jornal britânico Mirror.

Até agora, estes documentos só estavam disponíveis nos Arquivos Nacionais norte-americanos, em Washington.

http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=4342218

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Informações sobre o painel de discussão sobre OVNIs / UFOs da American University

 

AU

A jornalista Leslie Kean mostrou fotos tiradas por um avião de mapeamento do governo da Costa Rica em 1971. (WTOP/Michelle Basch)

Como prometido num artigo publicado ontem, aqui estão algumas informações sobre o painel de discussão que ocorreu na American University sobre o fenômeno dos OVNIs, através de um artigo escrito por Michelle Basch, para o site wtop.com:

WASHINGTON — OVNIs foram o tópico de um painel de discussão que ocorreu quarta-feira, na American University, e um dos palestrantes utilizou-se da ocasião para revelar evidência que ele chamou de “prova inquestionável”.

Chegou à nossa posse alguns slides Kodachrome de um ser alienígena deitado num invólucro de vidro“, disse o escritor e pesquisador Thomas Carey para um auditório repleto de pessoas, no Abramson Recital Hall.

Carey tem estado pesquisando o caso Roswell, de 1947, desde 1991.

O interessante é que o filme é datado de 1947. Levamo-lo para o historiador oficial da Kodak em Rochester, Nova Iorque, e ele fez a devida diligência no material, e disse sim, este filme, os slides são de 1947. É padrão de 1947. E a partir das emulsões na imagem, não é algo feito no Photoshop como hoje em dia. São imagens originais de 1947, e mostram um alienígena que foi parcialmente dissecado, deitado dentro de um invólucro.

Carey diz que o ser parecia bem como o que ele achava que um alienígena do famoso incidente de Roswell pareceria.

Três e meio a 4 pés de altura (1 m a 1,2 m), a cabeça é quase como a de um inseto. A cabeça tinha sido preservada, e foi feita uma autopsia parcial; as vísceras haviam sido removidas e acreditamos que o cadáver tenha sido embalsamado, pelo menos na época que a foto foi tirada. Os proprietários do slide – é uma história incrível. A mulher era uma advogada dinâmica de Midland, no Texas, com uma licença para pilotar. Achamos que ela estava envolvida com a inteligência na Segunda Guerra Mundial, e seu marido era um geólogo de campo para um companhia petrolífera.

Carey diz que planeja revelar a imagem no início do ano que vem.

Outro palestrante, o Dr. Richard Haines, é um cientista aposentado da NASA e co-fundador da NARCAP (National Aviation Reporting Center on Anomalous Phenomena – Centro de Aviação Nacional para Relatos de Fenômenos Anômalos), que fornece aos piloto uma forma de relatar anonimamente avistamentos inexplicáveis.

Somos muito ignorantes sobre o que estamos lidando. E esse é o nascimento de uma ciência. Assim é como a maioria das ciências começam“, disse ele.

Haines disse que a NARCAP coletou centenas e mais centenas de casos de OVNIs.

Nosso governo não está levando o assunto muito a sério. Meu papel, ou missão, por assim dizer, é o de trazer isto à atenção de nosso mundo da aviação, ao nível de sindicato, ao nível de empresas aéreas e ao nível governamental. Não estou encontrando quase nenhuma dificuldade de fazer isso em outros países. Estou tendo muita dificuldade nos EUA, e não sei porque.

Leslie Kean é uma jornalista investigativa, co-fundadora da Coalizão para a Liberdade de Informação e escritora do bestseller do New York Times, “UFOs: Generals, Pilots and Government Officials Go On the Record” (Trad. livre: OVNIs: Generais, Pilotos e Autoridades Governamentais Confessam Abertamente).

Ela escreveu seu primeiro artigo sobre OVNIs em 2000.

Toda a minha vida foi mudada naquele momento. Eu estava tão compelida, e tão interessada, e tão curiosa sobre este fenômeno dos OVNIs, porque quanto mais eu estudava sobre isto, mais eu percebia que você não poderia descartar o assunto. …Não é como se você aprendesse uma forma de explicá-lo. Você aprende mais e mais sobre o mistério disso, bem como sobre a incrível documentação que está lá fora“, disse ela.

Durante sua apresentação, ela detalhou vários casos interessantes sobre OVNIs e mostrou algumas fotos, inclusive a de um objeto circular brilhante.

“Esta é uma foto incrível que foi tirada na Costa Rica em 1971 por um avião do governo, um avião de mapeamento, que tinha uma câmera fixada na parte inferior da aeronave. E a cada 17 segundo ele tirava uma foto do solo. A área escura é um lago, e … a área mais clara é a terra, e por sobre o lago há um objeto em forma de disco.”

Kean diz que o Chile e a França possuem equipes do governo investigando os casos OVNIs em tempo integral, e ela acha que o mesmo é necessário nos EUA.

Estou tentando mostrar que nossos cientistas precisam ficar mais envolvidos. Para que isso aconteça, precisamos de uma agência governamental aqui que irá abrir as portas, permitindo que os nossos cientistas engajem este tópico.”

A apresentação que mais cativou a plateia veio do coronel aposentado da Força Aérea, Charles Halt, uma das testemunhas da famosa série de avistamentos de OVNIs na Inglaterra em 1980, o incidente da Floresta de Rendlesham.

Halt diz que foi para a floresta para conferir um relato de que um OVNI havia pousado lá. Ele viu três marcas no solo, as quais eram igualmente espaçadas, e um contador Geiger mostrou níveis de radiação anormalmente altos na área.

Durante esta investigação, Halt disse, ele e vários outros militares viram um objeto de forma oval voando, o qual emitia luzes alaranjada e vermelha, e parecia estar ‘pingando’ metal derretido.

Estávamos lá em pé impressionados. Eu disse, ‘Deve haver uma explicação. Relâmpago esférico, ou sabe lá o quê.’ Ele começa a se mover. Moveu-se em nossa direção. Ele vem para dentro da floresta. Ele está se movendo entre as árvores horizontalmente, subindo e descendo para evitar as árvores. Eu estou pensando, ‘Rapaz, eu não deveria ter vindo aqui. Isto realmente está ficando fora de controle.’

Ele disse que vigiaram o objeto por alguns minutos, até que algo aconteceu.

De repente e silenciosamente, ele explodiu em cinco objetos brancos, como fogos de artifício, e desapareceu.”

Halt encerrou sua apresentação desta forma:

Se eu puder deixar uma mensagem para vocês, eu diria: mantenham as mentes abertas, e não estamos sós. Eu posso vos assegurar disso.”

– Michell Basch

http://ovnihoje.com/2014/11/14/informacoes-sobre-o-painel-de-discussao-sobre-ovnis-ufos-da-american-university/#axzz3OQMyQcx5

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

OVNI avistado sobre usina nuclear de Arkansas

 

luzes-noturnas

Uma testemunha relatou um estranho objeto que permaneceu nas imediações de Arkansas durante quase duas horas.

A usina nuclear perto de Russellville recebeu a visita de algo misterioso no mês passado quando um objeto desconhecido foi relatado no céu por uma testemunha que vive nas proximidades.

O objeto apareceu pela primeira vez cerca de 01:00 em 08 de novembro e pairou na área por pelo menos duas horas antes de eventualmente desaparecer.

“Ele emitida luzes multi-coloridas, uma vez que permaneceu parado no céu”, disse a testemunha, que optou por manter o anonimato.

Por volta das 03:00 o objeto finalmente começou a se mover e se dirigiu em uma direção para longe da planta.

“Ele subiu em uma trajetória de vôo sobre a minha casa e ficou completamente fora de vista dentro de três minutos”, disse a testemunha. “Objeto não tinha som e ter um campo eletromagnético estranho que pulsava”.

O avistamento parece similar a outro relato feito no México, que viu um objeto viajando por todo o céu perto da Estação de Energia Nuclear de Laguna Verde, em 05 de novembro.

Leia mais em: http://arquivoufo.com.br/2014/12/02/ovni-avistado-sobre-usina-nuclear-de-arkansas/