sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Governo britânico libera último lote de arquivos secretos sobre OVNIs – será que realmente liberaram tudo?


Governo britânico libera último lote de arquivos secretos sobre OVNIs

Funcionários do governo britânico finalmente completaram o processo de dez anos de desclassificação dos arquivos X da Grã-Bretanha, mas alguns pensam que o acesso aos artigos foram deliberadamente dificultados. O ex-funcionário do Departamento de Defesa – MoD, Nick Pope, se pergunta o que realmente está acontecendo.

O Ministério da Defesa do Reino Unido passou dez anos liberando pouco a pouco arquivos anteriormente secretos relacionados aos avistamentos de OVNIs … e agora os três últimos documentos foram disponibilizados ao público.

Esta versão final completa o longo processo do governo em publicar os Arquivos X da vida real da Grã-Bretanha, papéis anteriormente secretos contendo relatos de testemunhas oculares , esboços e relatórios policiais de avistamentos de OVNIs da década de 1970 até o início da década de 1990.

Ao longo da última década, os arquivos foram liberados muito lentamente no domínio público para silenciar quaisquer reivindicações de uma conspiração. Eles foram inaugurados sem qualquer fanfarra do governo, com lotes de forma constante.

Os últimos três documentos apareceram no site dos Arquivos Nacionais em 1º de janeiro, e todos datam de 1986.

Um é descrito como sendo incidentes de OVNI, enquanto os outros estão arquivados em relatos de OVNIs e correspondência de OVNIs .

Mas, mesmo depois de passar as últimas três décadas trancado atrás das portas do MoD, é improvável que eles satisfaçam os teóricos da conspiração.

Ao contrário de muitos dos lançamentos anteriores, esta onda final de arquivos não estará disponível on-line, e o momento de sua publicação certamente causará mais agitação entre a comunidade OVNI.

As autoridades decidiram originalmente liberar os documentos para evitar o incômodo de responder a milhares de pedidos de liberdade de informação sobre o conhecimento do governo a respeito dos OVNIs.

Mas Nick Pope, que costumava executar o projeto OVNI do Ministério da Defesa, diz que os teóricos da conspiração provavelmente terão várias questões levantadas a respeito dos arquivos finais.

Agora, eles vão querer saber porque o governo esperou dez anos para liberar esses arquivos e porque eles foram tão difíceis de serem liberados.

A liberação desses arquivos prova que os governos estão levando a vida alienígena mais a sério do que pensávamos … e alguns acham que ainda estão escondendo algo.

Por que primeiro de janeiro?

Uma das razões pelas quais é improvável que os caçadores de OVNIs fiquem felizes com a liberação é o momento preciso do lançamento, no dia do Ano Novo.

Nick diz:

Isso parece suspeito, como se os Arquivos Nacionais tentassem esgueirar esta versão quando ninguém estava olhando.

Alguns estarão perguntando se esta foi uma tentativa de ocultar esta liberação, arrastando-a para um feriado bancário, quando todos estavam na cama.

É verdade que primeiro de janeiro é uma data de lançamento comum para arquivos públicos, mas os caçadores de OVNIs quererão saber porque o MoD manteve isso por tanto tempo em primeiro lugar.

Há uma ligação aqui com a pesquisa de OVNIs do Pentágono?

Esta última onda de arquivos, que encerra um programa de lançamento de dez anos, foi publicada após a grande notícia que o governo americano estava escondendo seus próprios arquivos X.

Nick disse:

Vindo tão logo após as revelações sobre o programa OVNI do Pentágono, isso levará à suspeita na comunidade OVNI de que houve coordenação entre os governos dos EUA e do Reino Unido sobre isso.

Os teóricos da conspiração também podem se perguntar se os relatos de OVNI do MoD já estão relacionados com a investigação do Pentágono de 22 milhões de dólares sobre a existência de OVNIs e alienígenas…

Por que os documentos não foram disponibilizados on-line?

Ao contrário de muitos outros arquivos X, os três documentos finais não foram digitalizados.

Isso significa que qualquer pessoa que queira lê-los terá que visitar os Arquivos Nacionais pessoalmente ou encomendar uma cópia dos documentos.

Embora os caçadores de OVNIs incondicionais não possam ser afastados com isso, este fato torna mais difícil para os membros do público em geral acessar os arquivos desclassificados.

Nick já criticou a forma como o lançamento foi tratado, e diz que ter que pagar pelos arquivos finais certamente irá indignar a comunidade OVNI.

Ele acrescentou:

Tendo trabalhado nas investigações OVNI do MoD nos anos noventa, fiquei satisfeito por esses arquivos serem finalmente abertos.

Não há provas conclusivas nesses arquivos que dizem que os OVNIs são extraterrestres, mas há muitos relatórios de observação interessantes e outros materiais relacionados à pesquisa do MoD sobre o assunto.

Essas revelações recentes no Reino Unido e nos EUA mostram que, independentemente do que você acredite sobre o mistério OVNI, alguns de nós no governo tomaram o assunto a sério.

(Fonte)

Será mesmo que tudo isto faz parte de uma grande orquestração?

Resta agora saber se o governo britânico liberou os arquivos relacionados ao famoso incidente da Floresta de Rendlesham, um dos avistamentos de OVNIs mais incontestáveis do mundo, com testemunhas militares que chegaram a tocar no objeto.  E é claro, se liberaram, estaria toda a informação contida nos arquivos, ou foi convenientemente apagada?

Aguardemos até que algum investigador obtenha acesso aos documentos e publique seus achados.

Fonte: http://ovnihoje.com/2018/01/07/governo-britanico-libera-ultimo-lote-de-arquivos-secretos-sobre-ovnis/

Desacobertamento total dos OVNIs é uma questão de dias

– Grant Cameron

03/01/2018

Desacobertamento total dos OVNIs é uma questão de dias

O canal do YouTube, PortalToAscension, entrevistou o pesquisador de OVNIs e exopolítica Grant Cameron, e o ativista da ovnilogia Stephen Bassett, doParadigm Research Group, para falarem sobre os recentes eventos que parecem ser o início de um desacobertamento final do fenômeno dos OVNIs.

Na entrevista, que é conduzida por Alan Steinfeld, Grant Cameron começa revelando que, de acordo com George Knapp, há pelo menos 24 vídeos mais que estão bem guardados, e que em breve serão divulgados, bem como 38 relatos oficiais com até 490 páginas cada.

Stephen Bassett, ao começar sua fala na entrevista, disse as pessoas envolvida no caso são indivíduos no alto nível governamental, e não é provável que se envolveriam nisso se não tivesse algo grandioso ao final de tudo.  Eles deixaram suas posições no governo e teriam muitas possibilidades profissionais para seguirem suas vidas de forma confortável, porém escolheram seguir esta rota, que é um dos assuntos mais controversos do mundo.  Bassett também trás à atenção de que as duas filmagens liberadas não representam nada quando comparadas com as muitas centenas – possivelmente milhares – de filmagens que os militares dos EUA possuem desse tipo de incidente. Eles têm perseguido os OVNIs por 70 anos e há muitas pessoas nos meios militares que acham que essa informação deveria ser divulgada há muito tempo, porém um número igual de pessoas quer manter isto em segredo para sempre.

Ao Bassett finalizar sua primeira fala na entrevista, Grant Cameron concorda com ele de que há uma disputa interna entre aqueles que querem a abertura e o total desacobertamento do fenômeno e aqueles que querem manter tudo em segredo. Ele menciona que um dos problemas é que algumas das pessoas no governo que estão por dentro do fenômeno acham que isto se trata de um fenômeno demoníaco e estas crenças religiosas influenciam grandemente no bloqueio das informações. Cameron diz que, considerando-se a forma com que a informação foi liberada, tudo indica que tudo foi orquestrado cuidadosamente, sendo que as primeiras notícias saíram em grandes veículos de notícias quase que simultaneamente, como o New York Times e o Washington Post.

Um fato interessante que Cameron menciona é sobre o multimilionário Robert Bigelow, o qual é contra as iniciativas como as do SETI e METI, que procuram por sinais de vida inteligente lá fora, pois,  por que gastar tempo e dinheiro para procurar lá fora, se isto está aqui bem debaixo dos nossos narizes? E isto eu mesmo já tenho dito aqui no OH há algum tempo.

Cameron também lembra a todos que Robert Bigelow diz explicitamente que os responsáveis pelo fenômeno dos OVNIs são mesmo ETs (extraterrestres, e não seres espirituais ou de outras dimensões), e que eles já estão entre nós, como já foi publicado aqui no OH em junho de 2017, o que ao meu ver foi uma notícia excepcionalmente importante, mas que muitos simplesmente não entenderam o impacto que ela teve na confirmação daquilo que temos mostrado aqui já há 7 anos.

Também interessante observar na entrevista em vídeo o fato de que Cameron diz que Tom DeLonge, embora tenha montado toda essa operação, não mais é o membro principal do projeto, deixando seu lugar de liderança para os indíduos que faziam parte das agências governamentais dos EUA, e agora estão lutando pelo desacobertamento total dos OVNIs, tais como Luis Elizondo.

O moderador da entrevista,  Alan Steinfeld, tambem levantou a questão do suposto metal alienígena que teria sido recuperado de OVNIs acidentados, matéria que também já foi publicada aqui no OH. É mencionado por Cameron que estas ligas metálicas estão na posse de Robert Bigelow.  Cameron diz na entrevista que possui fotos do metal recuperado, bem como do local do acidente, e ainda menciona o fato de Tom DeLonge ter confirmado que este acidente em específico ocorreu em 1948, no estado do Novo México.

Por sua vez, Bassett detalha como foi o envolvimento de Tom DeLonge nesta questão, dizendo inclusive que DeLonge é meramente um veículo sendo utilizado por aqueles no Departamento de Defesa, etc., que querem que o desacobertamento ocorra. (Ressalto aqui que o perfil de Tom DeLonge no Facebook tem estado “quieto” desde o dia em que a notícia bombástica foi publicada no New York Times,em 16 de dezembro. Sinal de mais coisas interessantes por vir?)

A entrevista (em inglês) adentra outras informações muito interessantes e recomendo que seja assistida em sua íntegra, pelo menos para aqueles que estejam interessados em alguns pormenores da situação atual sobre o desacobertamento, que neste momento pode estar sendo liderado pelo governo dos EUA. Ela pode ser assistida abaixo. (Para informações de como ativar a legenda em português, embora esta não seja precisa, clique aqui):

Grant Cameron está muito otimista com o que tem ocorrido nesses últimos dias, e ele pensa que agora é uma questão de dias para toda a verdade ser revelada. Já Stephen Bassett é mais cauteloso e pensa que ainda temos alguns meses pela frente.

Seja lá o que acontecer, se você realmente pesquisou o suficiente sobre o fenômeno dos OVNIs, acompanhou o que tem ocorrido nessas semanas e conhece o depoimento das pessoas fidedignas que afirmam sua veracidade, certamente não há mais dúvidas de que se trata de algo muito real que tem assombrado até mesmo as forças armadas de todo o mundo.

Mas, mesmo com toda essa movimentação nesses últimos 15 dias que comprova sem sombra de dúvida a realidade do fenômeno dos OVNIs, ainda temos muitos céticos balbuciando por aí. Todavia, esses só falam sem fundamentação alguma, com base em suas crenças pessoais que lhes foram incutidas por uma lavagem cerebral efetuada pelas estruturas vigentes, e não são sequer capazes de pesquisar aprofundadamente fora daquilo que acreditam, e muito menos tiram seus traseiros de suas cadeiras confortáveis para ir atrás dos fatos.

Mal sabem eles que uma mente deve funcionar exatamente como um para-quedas o faz: aberto. Se a mente não se abre às possibilidades e trabalha em cima de uma negação absoluta dos fatos por mera convicção pessoal, quando a realidade chega rapidamente até ela o impacto é muito grande. E tomem cuidado, pois tudo indica que esta realidade está vindo de forma acelerada agora.

Tomara.

Fonte: http://ovnihoje.com/2018/01/03/desacobertamento-total-dos-ovnis-e-uma-questao-de-dias/

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

OVNIs gostam da Terra? Nuvens brilhantes apareceram no céu de Donbass


Nuvem, imagem referencial


© Sputnik/ Leonid Savinov

MUNDO INSÓLITO

07:19 27.12.2017(atualizado 07:22 27.12.2017)URL curta

114

As nuvens brilhantes incomuns tornaram-se uma surpresa para os residentes da região de Lugansk na manhã de terça-feira (26).

"Hoje de manhã algo sobrevoou e girou no céu, em seguida, surgiu essa nuvem", escreve uma testemunha do evento que capturou as imagens.

O mesmo aconteceu em Lugansk, Volgogrado e Millerovo #OVNI

No entanto, a autora das fotografias que também publicou o vídeo aponta que as imagens mostram apenas a segunda nuvem, pois ela não conseguiu capturar a primeira.

​Como de costume, os usuários supuseram varias alternativas da origem deste fenômeno. Alguns acreditam que isso estava ligado com o lançamento do míssil balístico intercontinental Topol, enquanto outros duvidaram da primeira opção, destacando que isto é causado pelas ações dos OVNIs.

Além disso, há aqueles que acreditam que essa nuvem tem composição química e origem ucraniana.

Mais cedo, os moradores de Simferopol (Crimeia) informaram sobre um barulho que foi escutado por toda a cidade. Em seguida, a mídia começou a publicar mensagens sobre a queda de um meteorito. No entanto, os Serviços de Emergência declararam que o ruído poderia ter sido produzido por um avião que ultrapassou a barreira do som.

Fonte: https://br.sputniknews.com/mundo_insolito/2017122710160490-ceu-nuvem-brilhante-donbass-missil-ovni-fotos-video/?utm_source=adfox_site_41923&utm_medium=adfox_banner_2348387&utm_campaign=adfox_campaign_624483&ues=1

Astrônomos asseguram existir 9 planetas com possíveis ETs observando a Terra


Um extraterrestre e um ser humano perto da Terra (ilustração artística)


CC0 / muzz32

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

11:32 27.12.2017(atualizado 13:06 27.12.2017)URL curta

0 120

Cientistas britânicos e alemães apresentaram uma lista de nove planetas cujos possíveis moradores poderiam saber sobre a existência do nosso planeta e sobre nossa vida racional.

"Quanto maior é o planeta, mais fortemente ele tapa a luz da estrela que ele gira em torno. Por outro lado, a sua posição também influencia em sua ‘visibilidade': quanto mais perto está a estrela, mais visível o planeta se torna. Por isso, por mais paradoxal que pareça, a Terra e seus vizinhos são mais visíveis para extraterrestres do que planetas gigantes", explica britânico Robert Wells, da Universidade Queen's de Belfast.

Ainda nos anos 60, Frank Drake elaborou uma fórmula para calcular quantas civilizações alienígenas existem. A fórmula apontou para muitas civilizações, no entanto, até hoje nenhuma foi encontrada.

Parque Nacional de Yellowstone, Wyoming, EUA

CC BY 2.0 / MICHAEL MCCARTHY

De que nos tentam advertir alienígenas com este sinal misterioso? (VÍDEO)

A equipe de Robert Wells tentou resolver o paradoxo da fórmula ao abordar o problema da forma oposta: cientistas examinaram a possibilidade de nosso planeta e dos sinais de vida racional serem visíveis para nossos potenciais vizinhos.

Os resultados revelaram que a probabilidade de a Terra — ou qualquer outro planeta do nosso Sistema Solar — ser vista é de apenas 2,5%. Por isso, somente alguns habitantes de outros planetas poderiam analisar terráqueos usando aparelhos como Hubble e Kepler. No total, representantes de 65 mundos podem ver Mercúrio e nosso planeta pode ser observado somente de 9 mundos.

Estes nove planetas estão localizados em áreas, por exemplo, da estrela anã laranja HAT-P-11 (constelação de Cisne), do assim chamado "Júpiter quente" WASP-68b (constelação de Capricórnio), quatro planetas no sistema WASP-47 (constelação de Aquário), planeta em formação LkCa 15b na (constelação de Auriga), gigante gasoso perto da estrela 1RXS 1609 (constelação de Escorpião) e planeta WD 1145+017 (constelação de Virgem).

Fonte: https://br.sputniknews.com/ciencia_tecnologia/2017122710162581-existem-ets-observam-terra/

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Veja o que escondem de você sobre a aposentadoria

De que nos tentam advertir alienígenas com este sinal misterioso?


Parque Nacional de Yellowstone, Wyoming, EUA


CC BY 2.0 / Michael McCarthy

MUNDO INSÓLITO

13:30 24.12.2017URL curta

8153

As câmeras de vigilância gravaram um misterioso objeto brilhante no céu sobre o supervulcão de Yellowstone (Wyoming, EUA).

Como costuma ocorrer, o vídeo provocou uma polêmica na rede. Alguns internautas estão convencidos de que foi um OVNI e mais ainda, garantem que este objeto voador sobre o vulcão deve ser considerado como um mau sinal que prenuncia uma erupção.

Outros usuários acham que pode ter sido uma lanterna voadora, uma aeronave ou um relâmpago globular.

Fonte: https://br.sputniknews.com/mundo_insolito/2017122410143290-supervulcao-yellowstone-ovni-eua-video/

sábado, 23 de dezembro de 2017

Que o Natal seja cada vez mais forte em cada um de nós

   Estava pensando no Natal. Natal significa nascimento. Mais precisamente o nascimento de um deus sol. O primeiro humano cultuado como deus sol de que me lembro foi o Tamus, filho de Ninrode e Semiramis. Mas depois vieram: Hórus, Dionísio, Mitra, Apolônio e Jesus. Os romanos criaram a Igreja Católica, que praticou o sincretismo religioso mais forte que eu conheço, trazendo quase tudo do Mitraismo para sua nova religião. A sede no vaticano, no mesmo lugar dos cultos da Deusa vatika dos Etruscos (daí o nome de vaticano), onde também foi o centro de culto de Apolo e de Mitra. Sacerdotes, a ceia celebrada com pão e vinho, o natal no solstício de inverno, tudo do Mitraismo. O natal católico de Jesus, já foi celebrado em janeiro ( dia 2 e dia 6), em março, abril, setembro e a partir do calendário litúrgico filocaliano do ano 354, em 25 Dezembro. O dia de todos os santos e finado, vem dos Celtas. Nas culturas antigas, quase todas no hemisfério norte, acreditava-se que no inverno, o nível de vibração da vida nesse plano terreno, estava mais baixo, propiciando um maior afloramento das forças espirituais. Nas culturas orientais acredita-se que era nessa ocasião que eram escritos os livros sagrados, pois o espírito atuava mais fortemente sobre os sábios nessa data. Natal, nada mais é do que o fortalecimento do Divino em Nós, e todas as formas de manifestações humanas para celebrar esse momento são válidas.

De tudo que eu falei, o mais importante é o afloramento do Espírito, nosso Sol interior. Por isso, desejo a todos vocês, uma forte presença espiritual, proporcionado uma maior elevação de Consciência, colocando cada um em harmonia com o Espirito Divino que habita em nós. Um feliz natal a todos.

Por Jacinto Pereira

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Não estamos sozinhos: ex-chefe de programa secreto do Pentágono revela sobre OVNIs


OVNI acima de uma cidade (montagem)


CC BY 2.0 / Vladimir Pustovit / UFO

Mundo insólito

12:07 20.12.2017(atualizado 13:04 20.12.2017) URL curta

3102

Luis Elizondo, que chefiou o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP em inglês) opina que os extraterrestres visitaram a Terra, informa o Daily Mail.

Um ex-oficial do Pentágono, que chefiava o programa secreto para combater OVNIs, afirma que acredita que os alienígenas visitaram a Terra, informa o Daily Mail.

O antigo chefe do projeto secreto de 22 milhões de dólares afirma que acha que "não estamos sozinhos", se baseando em numerosos relatos sobre os encontros com objetos voadores.

Um extraterrestre

CC0

'Perdi virgindade com uma extraterrestre': homem revela sobre seu namoro com alienígena

Muitas testemunhas sublinharam as inéditas capacidades em termos de velocidade e manobrabilidade dos objetos.  

"Em minha opinião, existe uma prova convincente de que não estamos sozinhos. Estas aeronaves mostram características que estão fora do inventário dos EUA ou de qualquer inventário estrangeiro de que estivéssemos cientes", comunicou Luis Elizondo ao CNN.

Ele acrescentou que as aeronaves mencionadas não possuem nenhum serviço de bordo ou quaisquer formas evidentes de propulsão, mas possuem capacidades inéditas para manobrar.

Entre as testemunhas, estavam relatos dos pilotos do caça Super Hornet da Marinha dos EUA que afirmam que detectaram um OVNI durante um voo de treinamento.

F-18E Super Hornet da Força Naval dos EUA

© REUTERS/ US Air Force, Shawn Nickel, File

'Queria voar em algo assim': pilotos dos EUA revelam como se encontraram com OVNI (VÍDEO)

Os pilotos contaram que se deslocavam sobre o Pacífico, dentro da área de San Diego, quando receberam a ordem de interceptar um objeto não identificado que apareceu inesperadamente. Os pilotos não conseguiram interceptá-lo porque o objeto desapareceu a uma velocidade surpreendente, após que os pilotos tentaram se aproximar dele. De acordo com um dos pilotos, David Fravor, a aeronave "não tinha plumas, asas ou rotores", mas voava a uma velocidade de cerca de 500 m/s, fugindo facilmente dos jatos mais avançados norte-americanos.

A existência do programa misterioso era intencionalmente escondida do orçamento anual do Pentágono. Apesar do fato que o Pentágono acabou de financiar o projeto em 2012, há infiltrados que afirmaram ao The New York Times, que continua operando ainda hoje.

A comunidade de ufólogos e adeptos da teoria da conspiração afirmam que durante décadas o governo norte-americano esconde os fatos da existência de OVNIs e extraterrestres.

Fonte: https://br.sputniknews.com/mundo_insolito/2017122010112680-ex-chefe-de-programa-secreto-do-pentagono-revela-sobre-ovnis-e-extraterrestres/

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

'Queria voar em algo assim': pilotos dos EUA revelam como se encontraram com OVNI


F-18E Super Hornet da Força Naval dos EUA


© REUTERS/ US Air Force, Shawn Nickel, File

MUNDO INSÓLITO

07:40 18.12.2017(atualizado 08:50 18.12.2017)URL curta

375

Em novembro de 2004, dois pilotos da Marinha dos EUA ficaram cara a cara com um misterioso objeto voador, este caso tem sido investigado no âmbito do Programa de Identificação de Ameaças Aeroespaciais Sensíveis do Pentágono, informa The New York Times.

O vídeo do incidente foi publicado recentemente no YouTube. O caso aconteceu enquanto David Fravor e Jim Slaigh realizavam exercícios "habituais" a bordo de seus caças F/A-18 Super Hornet no oceano Pacífico a 161 quilômetros da costa de San Diego, Califórnia.

OVNIs

© FOTOLIA/ NIKOLAYN

Pentágono gastou milhões de dólares para estudar OVNIs?

Em um momento, o oficial responsável pelas operações do cruzador U.S.S. Princeton, entrou em contato com eles perguntando se seus caças estavam armados. Um dos pilotos respondeu que carregavam apenas dois mísseis de treinamento que nem sequer podiam ser lançados.

O oficial contou-lhes que sua nave estava monitorando há duas semanas alguns objetos voadores misteriosos capazes de mudar drasticamente de altitude e desaparecer dos radares, pedindo aos pilotos que investigassem o caso, recordou David Fravor em uma entrevista para The New York Times, citada pelo RT.

O piloto se aproximou da zona indicada e descreveu o que viu como um objeto oval "esbranquiçado" que media cerca de 12 metros, não tinha rotores nem asas, pairando a poucos metros sobre a água.

Fravor lembra que enquanto se aproximava do objeto, este começou a se dirigir a seu caça, mas quando aumentou a velocidade do Super Hornet, o objeto "acelerou como nada antes visto", ultrapassando o raio de alcance dos seus radares.

Aldeia russa de Protasovo

© SPUTNIK/ NATALIA NECHAEVA

Entretanto na Rússia: aldeia perto de Moscou é 'aterrorizada' por extraterrestres

Pouco depois, o operador de rádio informou a ambos os pilotos que havia detectado outra vez a misteriosa aeronave que já estava muito longe do lugar onde se encontravam os dois caças. Porém, quando os aviões chagaram a esta zona, o objeto já tinha desaparecido.

Perguntado por um colega que tipo de objeto foi detectado, Fravor admitiu não ter "nenhuma ideia", mas acrescentou o seguinte: "queria voar em algo assim".

O piloto revelou também que após o fim da missão, outros pilotos brincavam com ele e de seu encontro com o objeto em questão. Naquele tempo, as autoridades não investigaram os detalhes do acontecimento.

Fonte: https://br.sputniknews.com/mundo_insolito/2017121810094629-pilotos-eua-encontro-ovni-video/

Caso Varginha: Bastidores da Imprensa

UFO - Evidências para Acreditar (1999)

alienígenas - segredo da propulsão antigravitacional

Estamos sozinhos no universo?

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

OS VERDADEIROS HOMENS DE PRETO - Caçadores de ÓVNIs (Extraterrestre) - D...

Grupo criado para discussões, estudos, pesquisas e divulgação de materiais exclusivamente ufológicos.


  • Pesquisando o objeto estelar Oumuamua.

    A imagem pode conter: noite

    Universo 25

    23 h

    Conte algo para nós, Oumuamua

    Astrônomos "ouvirão" objeto interestelar em busca de vida inteligente

    Os astrônomos ainda estão intrigados desde que o telescópio da Universidade do Hawaii descobriu o asteróide Oumuamua passando a 10 mil quilômetros por hora — muito rápido para ser capturado pela gravidade do Sol — em meados de agosto.

    Essa trajetória incomum faz parecer que ele foi jogado em nosso sistema solar de alguma altura interestelar, ganhando um impulso que teria um efeito de estilingue, antes de seguir caminho pelo nosso Sistema Solar.

    O formato do “primeiro mensageiro” — significado de Oumuamua em havaiano — também chama atenção. Uma agulha gigante, com 800 metros de comprimento por 80 de largura, que gira em torno do seu próprio eixo a cada sete horas e 20 minutos.

    “Pesquisadores trabalhando em transporte espacial de longa distância já haviam sugerido que o formato de agulha é a arquitetura mais provável para uma espaçonave interestrelar”, afirma um comunicado emitido pela Breakthrough Listen, um programa astronômico global que busca evidências de civilizações fora da Terra.

    Acreditando na possibilidade do asteróide ser um artefato extraterrestre, o programa vai, a partir desta quarta-feira, às 18h (horário de Brasília), utilizar o telescópio Robert C. Byrd Green Bank para tentar escutar o “primeiro mensageiro”.

    A ideia é passar dez horas seguidas com os sensores do telescópio direcionados para o Oumuamua na tentativa de captar algum sinal de rádio que indique não se tratar somente de um gigante pedaço de pedra espacial.

    No momento da observação, o objeto estará a uma distância equivalente a duas vezes o trajeto entre a Terra e o Sol. É cerca de 50 vezes mais perto que o artefato humano mais distante, a Voyager 1. Nessa região, o telescópio do Green Bank levaria apenas um minuto para captar uma transmissão com a potência de um celular comum.

    Para os pesquisadores, mesmo se nenhum sinal de rádio ou qualquer outra evidência de vida extraterrestre for encontrado, os esforços não serão à toa. É a chance de observar o Oumuamua em espectros de radio ainda não cobertos, além de verificar a possibilidade do objeto carregar água e entender sua composição. Resta aguardar o resultado.
    http://revistagalileu.globo.com/…/astronomos-ouvirao-objeto…

  • Fonte: https://www.facebook.com/groups/pesquisasufo/permalink/1752961671665875/