segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Reunião plenária com temas ufológicos em Sobral

Resultado de imagem para Alienígenas do passado

Na próxima sexta feira 24/11 estaremos realizando mais uma reunião plenária de Ufologia em Sobral. Mês passado eu não pude estar em Sobral a tempo de organizar, mas este mês estarei presente sim. Tenho acompanhado muito as matérias sobre os alienígenas do passado e tenho interesse em que façamos um debate sobre esse tema na próxima reunião (isto se os companheiros que comparecerem concordarem). Porém, se for apresentada outra pauta, eu estarei aberto ao diálogo. Portanto, teremos os nossos informes dos últimos dois meses, aguardo duas pessoas que pretendem relatar suas experiências de avistamentos e por fim, exposição e debate do temo escolhido. Como já falei, se não houver outro, desenvolveremos o tema dos "Alienígenas do Passado".
O local será o mesmo das reuniões anteriores, ou seja Rua Cel. Diogo Gomes 998, Centro, Sobral-CE. A partir das dezenove horas já estarei no local aguardando a presença de vocês ufólogos e simpatizantes da Ufologia

Resultado de imagem para Alienígenas do passado
Maiores informações pelos 88 999210172 e 88 988477189

U grande abraço a todos

Jacinto Pereira

Imagens de Roswell? Uma nave alienígena com hieróglifos egípcios, pilotada com as mãos


Imagens de Roswell? Uma nave alienígena com hieróglifos

Seriam estas representações reais do módulo de comando encontrado dentro do OVNI acidentado de Roswell?

É ótimo ver o tema dos OVNIs e extraterrestres acumulando mais credibilidade à medida que os anos passam. Ele recebe pouca atenção da imprensa corporativa, pelo menos não ridicularizando, então isso pode ser uma surpresa para alguns, mas há centenas de pessoas de alto nível que se apresentaram para dizer ao mundo que os OVNIs não somente são reais, mas também que alguns são de fato de origem extraterrestre.

Há muitos exemplos para escolher, como o ex-chefe de defesa e presidente do Comitê militar da OTAN, dizendo-nos que “temos sido e estamos sendo visitados por pessoas do espaço exterior”. Mais recentemente, Luis Elizondo, um ex-Diretor Nacional de Contra-Inteligência e Diretor de Inteligência Nacional, tornou-se Diretor de Segurança Global e Programas Especiais para a academia To The Starsrecentemente lançada por Tom Delonge, apenas uma semana depois de se aposentar.

Outros executivos do alto escalão da comunidade aeroespacial e de inteligência também se juntaram a este programa, incluindo Steve Justice, o recente diretor de Desenvolvimento de Sistemas Avançados da Lockheed Skunk Works. Sua meta é que o mundo saiba que não estamos sozinhos, e que, na nossa atmosfera, há objetos tecnológicos altamente avançados que realizam manobras que desafiam nossas leis da física.

Há uma outra maneira, seja um buraco de minhoca ou um espaço de distorção, tem que haver uma maneira de gerar energia para que você possa retirá-la do vácuo, e o fato de estarem aqui nos mostra que eles encontraram um caminho. – Dr. Jack Kasher, Ph.D., Professor Emérito de Física da Universidade de Nebraska (fonte)

Roswell

Sim, houve embarcações quebradas e corpos recuperados. . . . Nós não estamos sozinhos no universo, eles estão vindo aqui há muito tempo. . .  Eu tenho o privilégio de estar no fato de que fomos visitados neste planeta, e o fenômeno OVNI é real. – Doutor Edgar Mitchell, 6º homem a andar na lua (fonte) (fonte) (fonte)

Para alguém que não passou tempo investigando este assunto, pode ser difícil acreditar que uma invasão de artes extraterrestre real desembarcou no planeta Terra. Mas quando você leva em conta as declarações acima, especialmente a mais recente vinda da equipe de Tom Delonge, juntamente com centenas de milhares de documentos mostrando que esses objetos são comumente rastreados em radar, e jatos militares estão constantemente sendo despachados para verificá-los, ele se torna muito mais plausível.

O incidente de Roswell é uma das dezenas, senão as centenas de naves extraterrestres derrubadas, que foram resultados da agressão humana. Isto é melhor explicado por Paul Hellyer, ex-ministro da Defesa Nacional do Canadá:

Há décadas, os visitantes de outros planetas nos alertaram sobre onde estávamos indo e nos ofereceram ajuda. Mas, ao invés disso, nós, ou pelo menos alguns de nós, interpretamos suas visitas como uma ameaça, e decidimos atirar primeiro e fazer perguntas depois.

Elizondo compartilha uma história semelhante, afirmando que um de seus trabalhos era o de rastrear e observar esses objetos, pois ele era o chefe do programa que investiga “ameaças de aéreas”.

O To The Stars estará trabalhando diretamente com o governo dos EUA para lançar vídeos autênticos e imagens de OVNIs reais para o público, mas já existem muitos vídeos e fotos credíveis desses objetos, e é uma pena que eles devem vir de uma autoridade governamental para que as pessoas os julguem credíveis. Este é um problema dentro de si mesmo, pois nosso governo (EUA, mas isso se aplica a todos os governos do planeta) nos enganou sobre  tantos temas, em tantos níveis, tornando extremamente difícil confiar em suas intenções em qualquer assunto, sejam OVNIs ou terrorismo. Por enquanto, teremos que esperar e ver o que esta iniciativa conseguirá.

Mais uma vez, a ameaça é a principal palavra aqui. É impossível dizer se esses objetos representam uma ameaça genuína para a humanidade ou não, mas presumir isso sem aprender mais é imprudente.

Há provas que demonstram a existência desse tipo de tecnologia exótica que data de antes da Segunda Guerra Mundial. Um exemplo clássico seria a CIA mantendo de olho em desenvolvimentos na Alemanha, como explicou este documento, que analisou “um jornal alemão” que “publicou recentemente uma entrevista com George Klein, engenheiro e especialista em aeronaves, descrevendo a construção experimental de “discos voadores” realizados por ele de 1941 a 1945.”

Abaixo está uma imagem / história autêntica de um grande OVNI pairando sobre Los Angeles, que foi testemunhado por 1 milhão de pessoas. Apontada como a “Batalha de Los Angeles“, foi um evento que nos mostrou como os militares dos EUA estavam aprendendo a mentir sobre OVNIs cinco anos antes do Incidente de Roswell, que ocorreu em 1947.

Foto real da ‘Batalha de Los Angeles’.

Então, como você pode ver, há muito para isso.

A nave real

Um dos melhores indivíduos para nos falar sobre o incidente de Roswell é Stanton Friedman, um físico nuclear aposentado e pesquisador de OVNIs de longa data. Ele é o autor de muitos livros, um deles sendo Crash at Corona: The Definitive Study of the Roswell Incident with exclusive testimony on a Second New Mexico Crash Site (O Estudo Definitivo do Incidente de Roswell, com testemunho exclusivo sobre um Segundo Local de Acidente no México).

O livro explora os hieróglifos egípcios e os personagens do alfabeto grego que, segundo pesquisadores como Friedman, adornam o exterior da nave espacial acidentada.

O veterano do exército dos EUA, Coronel Philip James Corso, também publicou um livro intitulado The Day After Roswell (O Dia Depois de Roswell), onde ele detalha a mesma informação e outros aspectos sobre os corpos e a tecnologia extraterrestre que foi recuperada.

De acordo com as fontes acima e alguns do folclore, a nave apresentava impressões de mãos como na imagem que você vê abaixo. Essas fotos são reais, de acordo com Tom Delonge em um recente podcast que ele fez com Joe Rogan, mas elas poderiam muito bem ser falsas, pois não há como verificar suas autenticidades.

Quando chegou a hora fazer engenharia reversa da nave, nenhum motor foi descoberto, mas os pilotos colocaram suas mãos humanoides nessas ranhuras e guiaram a nave usando suas mentes – um tipo de tecnologia telepática que nós ainda não descobrimos.

Abaixo está outra suposta peça da nave; Delonge e os pesquisadores chamam de “Eleptheria“, cuja tradução é liberdade.

(Fonte)

Por enquanto, o que Tom DeLonge tem revelado não é novidade, mas vamos esperar para ver onde seu projeto, To The Stars, irá levar a questão do desacobertamento dos OVNIs.

Fonte: http://ovnihoje.com/2017/11/20/imagens-de-roswell-uma-nave-alienigena-com-hieroglifos/

domingo, 19 de novembro de 2017

ABDUÇÃO - CASO FREDERICK VALENTICH

Acabamos de enviar uma mensagem para um planeta que pode conter vida


Astrônomos do METI (Messaging Extraterrestrial Intelligence) enviaram uma mensagem de rádio para um sistema estelar vizinho que contém um exoplaneta potencialmente habitável.

GJ 273b está próximo o suficiente de nós para que possamos receber uma resposta em menos de 25 anos.

“Eu acho que esse é um resultado improvável, mas seria bem-vindo”, disse Douglas Vakoch, presidente do METI, uma ramificação da mais famosa organização SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence).

GJ 273b

A estrela-alvo da mensagem é GJ 273, também conhecida como Estrela de Luyten, uma anã vermelha na Constelação Cão Menor (Canis Minor), a apenas 12 anos-luz de distância de nós.

Em março deste ano, cientistas descobriram que ela possui dois planetas. Um deles, conhecido como GJ 273b, tem 2.9 vezes o tamanho da Terra, e orbita sua “zona habitável” e poderia abrigar água líquida e vida.

A mensagem faz parte do projeto Sónar Calling GJ273b, liderado pela organização Sónar, que buscou a ajuda do METI e do Instituto de Estudos Espaciais da Catalunha (IEEC) para enviá-la.

Conteúdo

O comunicado foi enviado no aniversário da “mensagem de Arecibo”, uma transmissão de rádio feita em 1974 em direção a um grupo de estrelas distantes, contendo informações sobre os planetas do nosso sistema solar, a estrutura do DNA, um desenho semelhante ao que um ser humano se parece e outras informações básicas sobre a Terra e seus habitantes.

A nova mensagem, transmitida de uma antena na Noruega por cerca de oito horas durante um período de três dias em outubro, é mais simples.

Começa com informações sobre aritmética, geometria e trigonometria, e inclui uma descrição das ondas de rádio que carregam a mensagem, bem como um tutorial sobre relógios e cronogramas, para ver se qualquer potencial habitante de GJ 273b tem uma compreensão do tempo semelhante à nossa.

Imprudente?

Embora a ideia de enviar mensagens para aliens intencionalmente (e receber uma resposta!) seja empolgante, muitos pesquisadores são contra tal atitude, por conta dos riscos que ela representa.

Um problema em particular é que não há acordo sobre quem deveria falar pela humanidade. Outra preocupação, muito maior, é o perigo potencial de entrar em contato com extraterrestres.

O físico Stephen Hawking é um dos mais famosos cientistas a ter alertado contra as possíveis repercussões de nos comunicarmos com uma civilização alienígena. Ele crê que tal civilização quase certamente será muito mais antiga e tecnológica do que a nossa, de forma que, como colonizadores europeus conquistando outros continentes, eles podem nos enxergar como inferiores e passíveis de escravização ou destruição.

“98% dos astrônomos e pesquisadores do SETI, inclusive eu, pensam que o METI é potencialmente perigoso e não uma boa ideia”, argumentou Dan Werthimer, membro do SETI e da Universidade da Califórnia em Berkeley (EUA). “É como gritar em uma floresta antes de saber se existem tigres, leões, ursos ou outros animais perigosos lá”. [NewScientist, IFLS]

Fonte: https://hypescience.com/acabamos-de-enviar-uma-mensagem-para-tentar-conversar-com-alienigenas-em-outro-planeta/

sábado, 18 de novembro de 2017

OVNI aparece perto de base secreta dos EUA causando pânico entre controladores aéreos


OVNI

CC0 / masbt

MUNDO INSÓLITO

07:31 18.11.2017(atualizado 09:22 18.11.2017)URL curta

588262

O OVNI foi avistado nos céus de Oregon, causando o pânico entre os controladores de tráfego aéreo. Vários caças F-15 levantaram voo para interceptá-lo.

O incidente ocorreu em 25 de outubro mas a informação só agora surgiu. Vários pilotos civis comunicaram sobre o avistamento de um OVNI de cor branca que, de acordo com eles, se movia a uma velocidade de cerca de 700 km/h em uma altitude de 10 km, se aproximando dos aviões a uma distância de 20 km, informa o Daily Mail.

Estrada perto da Área 51, deserto de Nevada

© FLICKR.COM/ AIRWOLFHOUND

Base misteriosa onde escondem ETs: entusiastas obtêm imagens da secreta Área 51 (VÍDEO)

Vários caças F-15 levantaram voo para interceptar o objeto mas não conseguiram cumprir a missão – ele simplesmente desapareceu. Comunica-se que a aeronave de origem desconhecida teria desta forma evitado os radares dos sistemas mais avançados. 

Representantes da Força Aérea dos EUA e da Administração Federal de Aviação (FAA em inglês) confirmaram o aparecimento do OVNI.

A comunidade de ufólogos considera que o objeto tinha origem extraterrestre e que ele monitorava as atividades da secreta Área 51, que fica no estado vizinho do Oregon – Nevada.

Entretanto, os usuários supõem que podia ser um avião que carregava drogas a bordo, porque o incidente ocorreu perto da fronteira com o Canadá.

Fonte: https://br.sputniknews.com/mundo_insolito/201711189865504-ovni-perto-base-secreta-dos-eua-causa-panico/

terça-feira, 7 de novembro de 2017

É registrada atividade intensa de OVNIs na Paraíba – Brasil



Atividade intensa de OVNIs na Paraíba

Imagem meramente ilustrativa

A região ao redor da cidade de Campina Grande, na Paraíba, tem um histórico de muitos avistamentos de OVNIs e, aparentemente, este final de semana não foi diferente.

O leitor do OH e pesquisador Sílvio Toledo enviou o seguinte relato dessas atividades, que também foram publicados na página do Grupo de Estudo Ufológicos de Campina Grande, no Facebook.

Veja:

Esta semana (semana passada), um morador de Juazeirinho, Paraíba, na zona Rural, ao sair as 3h00 h da manhã para ir ao trabalho, foi surpreendido por uma luz tipo lanterna muito forte. A luz flutuava sobre uma casa e o iluminou. A bola de luz veio rapidamente em sua direção. Do UFO, saíram ganchos/garras que tentaram agarrá-lo para levá-lo. Ele fugiu atirando-se em um buraco da linha férrea, escondendo-se debaixo de uma árvore (jurema) e correndo agachado até uma casa abandonada. Ele chegou a sentir o calor do UFO pela proximidade. A luz era tão forte que iluminava tudo como se fosse dia perfeito, ao ponto de poder ver qualquer objeto minúsculo na grama. O morador ainda fotografou o UFO, mas por não saber operar o celular bem, acabou deletando a imagem, que foi vista pela família e amigos, retratando uma esfera de luz.

Foram avistadas muitas luzes nos céus da região esta semana. Aguardamos oportunidade de colher maiores informações.

Relatado por Sílvio Toledo em 05/11/2017 em entrevista por telefone à mãe da vítima.

Sílvio ainda informou ter avistado várias luzes, desde Soledade até Campina Grande (60 km), por volta das 21h00 do dia 04/11/2017. 

Uma outra testemunha, de nome Tomaz, viu várias luzes entre 22h00 e 00h00 no bairro Três Irmãs em Campina Grande.

Mariana e amigos, da Cidade de Cabaceiras,  viram por volta das 2h00 da manhã.

De acordo com Sílvio, de sexta para domingo foi um festival de estrelas se movimentando pelo céu.

Nossos sinceros agradecimentos ao Sílvio pelo envio das informações, e o OH está sempre à disposição para publicação dessas atividades.

Fonte: http://ovnihoje.com/2017/11/06/atividade-intensa-de-ovnis-na-paraiba/

Humanos são muito estúpidos e religiosos para encarar a vida extraterrestre, diz especialista


Gabriel de la Torre, um professor na Espanha, diz que a humanidade não está pronta para encarar a vida extraterrestre. Ele chegou à esta conclusão após entrevistar 116 estudantes dos EUA, Itália e Espanha.

Uma das coisas que ele descobriu, é que a revelação de vida extraterrestre inteligente seria um grande choque para muitas pessoas, devido às crenças religiosas. Essas pessoas também se concentram demais em problemas diários, ao invés dos assuntos maiores como o nosso planeta.

Veja as informações detalhadas abaixo sobre o estudo do Professor Gabriel, que foi feito em 2014, mas ainda é válido, pois a consciência humana não mudou desde então:

encarar a vida extraterrestre

Encontrar sinais de vida extraterrestre tem sido um sonho por décadas. Mas um pesquisador da Universidade de Cádiz, na Espanha, diz que não devemos procurar – porque não estamos prontos para conhecer os extraterrestres.

Gabriel de la Torre revelou ao MailOnline como sua pesquisa com estudantes mostrou o nível geral de ignorância e influência da religião nos deixaria chocados se tivéssemos feito o primeiro contato.

Um estudo do professor Gabriel de la Torre, da Universidade de Cádiz, em Espanha, afirma que não estamos prontos para fazer primeiro contato. Ele afirma que não estamos preparados de forma mental ou ética para encontrar seres diferentes de nós mesmos, e devemos tentar melhorar nossa ‘consciência global’.

Desde 1984, o Instituto da Procura de Inteligência Extraterrestre (SETI) tem procurado sinais de vida inteligente em outros lugares do Universo. Até o momento, nada foi encontrado (pelo menos oficialmente), embora a pesquisa continue ininterrupta.

Os membros do projeto agora estão indo mais longe enviando mensagens da Terra (Active SETI) para tentar entrar em contato com outras formas de vida.

Mas De la Torre, professor do Departamento de Psicologia da Universidade de Cádiz e participante em projetos anteriores, como o Mars 500 de ESA (missão simulada para Marte na Terra), realizou um estudo que ele afirma, indica que não estamos prontos para entrar em contato com extraterrestres.

No estudo, ele enviou um questionário para 116 estudantes na Espanha, EUA e Itália.

De la Torre disse que usou estudantes porque eles serão os futuros políticos e cientistas, os responsáveis, então ele queria saber qual era o conhecimento deles.

Alguns dos resultado estão abaixo.

Dos 116 alunos:

72. 8% acredita que existem demônios e anjos.

33. 7% não pensa que os humanos são os causadores do aquecimento global.

82. 1% pensa que é importante ter uma agência espacial.

71. 4% pensa que os militares devem ter o papel principal no caso de contato com uma civilização alienígena.

80% acredita que se acharmos alienígenas mais avançados que nós, eles tentarão nos conquistar.

78% acredita que existe uma chance de termos sido visitados por alienígenas no passado.

As perguntas foram divididas em cinco seções: crenças religiosas, meio ambiente, conhecimento espacial, suas atividades diárias e suas opiniões sobre questões de vida.

O professor Gabriel disse:

Em todas essas áreas, defini um tipo diferente de pergunta com base em outros estudos que penso estarem relacionados com a pesquisa do SETI.

Essas questões incluíam questões como, qual é a probabilidade de que a vida exista em outros planetas, em que ano o primeiro homem caminhou na Lua e qual o maior planeta do sistema solar.

Os resultados foram um pouco desconcertantes para o professor. Por exemplo, apenas 82% dos alunos sabiam que o primeiro pouso lunar foi em 1969.

O professor Gabriel continuou:

As conclusões foram que o conhecimento científico, especialmente o conhecimento relacionado ao espaço entre estudantes universitários, não é bom.

Então eu acho que as agências espaciais devem aumentar os esforços da educação.

Outra conclusão do professor foi a de que as crenças religiosas parecem ser muito fortes em geral.

Embora não seja necessariamente um problema, ele diz que isso pode influenciar as opiniões das pessoas que enfrentam grandes eventos no futuro, como o de fazer primeiro contato.

No entanto, Gabriel de la Torre diz que não devemos continuar com o projeto ‘Active SETI’, pois não estamos prontos para entrar em contato.

Mas, em última instância, é nossa falta de apreciação pelo nosso próprio planeta e pelo nosso lugar no universo que causaria a nossa queda, diz ele.

Ele concluiu:

Não estamos prontos para conversar com extraterrestres, porque a consciência global não está suficientemente desenvolvida na população. As pessoas têm problemas de vida diária e o governo não presta atenção nas questões globais como o planeta e o meio ambiente. Isso nos torna uma espécie muito focada nos problemas da vida diária; não temos consciência de nossos arredores.

É como quando um meteoro cai em algum lugar do planeta, é uma grande notícia. Mas essa é uma possibilidade real regular.

Se tivermos uma consciência mais global sobre nossa situação no planeta, quão frágil é o planeta, talvez seja um passo na evolução da nossa consciência como uma espécie.

Pode haver outra vida inteligente por aí, e pode ser realmente diferente de nós fisicamente, mentalmente, socialmente e até moralmente. Eles talvez não sejam biológicos; poderiam ser robôs.

Neste momento, não penso nós, como uma espécie, estamos preparados.

É claro que algumas pessoas estão prontas, mas, como uma espécie, acho que seria um grande choque.

(Fonte)

Conheço indivíduos que tratariam a descoberta oficial de uma civilização extraterrestre das mais variadas formas: aqueles que tranquilamente aceitariam o fato, e aqueles que até mesmo achariam que os extraterrestres seriam demônios.  Será mesmo que, de forma geral, a humanidade está tão longe assim de aceitar a existência de outras civilizações no Universo?

Você concorda com essa constatação do Professor Gabriel de la Torre?

Fonte: http://ovnihoje.com/2017/11/06/encarar-a-vida-extraterrestre/

Afinal, foram os egípcios ou os ETs que construíram as pirâmides?


06/11/2017

318

Assista o vídeo publicado no canal Assombrados, do YouTube, onde o anfitrião aborda a notícia recente de que papiros foram encontrados mostrando que os próprios egípcios construíram as pirâmides, e não os ETs, como argumentam alguns pesquisadores. Estaria assim provado em definitivo que meros humanos construíram as pirâmides do Egito?

n3m3

Colaboração: Fernando Ramos

318

Artigo anterior

Próximo artigo

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Fonte: http://ovnihoje.com/2017/11/06/os-egipcios-ou-os-ets-que-construiram-as-piramides/

Papiros Mostram que os Egípcios Construíram a Grande Pirâmide! (#30 Minu...

Similaridades impossíveis: 2 templos, 14.000 quilômetros os separando


Similaridades impossíveis

Dois templos antigos, construídos por duas civilizações da antiguidade separadas por mais de 14 mil quilômetros, possuem estranhas semelhanças que os estudiosos não conseguiram explicar. Eles compartilharam o mesmo projeto?

Você já se perguntou como é possível que muitas estruturas antigas em todo o mundo sejam tão semelhantes em construção, estilo e projeto?

Centenas de pirâmides e templos ao redor do globo exibem semelhanças intrigantes com seus homólogos localizados a milhares de quilômetros de distância.

Como esse fenômeno pode ser explicado?

Seria apenas uma coincidência? Ou, como muitos outros autores sugeriram, uma conexão inconsciente que liga antigas civilizações em todo o mundo?

Um dos templos antigos, mais incríveis e semelhantes que encontramos, está localizado em Siem Reap, no noroeste do Camboja, e seu homólogo está a mais de 14 mil quilômetros de distância, na Guatemala.

Baksei Chamkrong (Camboja)

Camboja.

Próximo das magníficas ruínas de Angkor Wat está um antigo templo em formato de pirâmide, conhecido como Baksei Chamkrong.

Embora seja uma estrutura construída com rochas e, portanto, não pode ser datada em carbono, os arqueólogos convencionais sugerem que o templo tenha sido construído no século X D.C.

Curiosamente, e para a surpresa de muitos, o nome Baksei Chamkrong significa ‘O pássaro que dá proteção sob suas asas’, e vem de uma antiga lenda. Nela, o rei tentou fugir de Angkor durante um cerco, e então um enorme pássaro pousou e o protegeu sob suas asas.

Templo do Grande Jaguar (Guatemala)

Localizadas na Bacia de Petén da Guatemala, estão as ruínas da antiga cidade maia de Tikal. Esta foi uma das mais importantes cidades antigas dos maias.

Tikal era a capital de um estado que se tornou um dos mais poderosos reinos maia da antiguidade.

Entre as estruturas há muito esquecidas em Tikal está o Templo do Grande Jaguar, que de acordo com especialistas remonta ao século VIII D.C.

Embora a pirâmide do Camboja seja menor do que a pirâmide na Guatemala, as semelhanças entre as características específicas de ambos projetos são incríveis.

Ambas as estruturas antigas têm um ângulo de inclinação invulgarmente íngreme que não vemos em muitas outras pirâmides ou templos. No entanto, e talvez mais importante, ambos possuem uma formação escalonada.

Há uma escadaria enorme indo para o meio de ambos os templos, e há uma área de cúpula localizada na parte superior. Uma vez lá, você pode ver que há uma pequena porta para o interior da pirâmide, e há outra estrutura interna que se parece a mesma.

Basicamente o que você tem aqui é uma civilização antiga no Camboja e outra na Mesoamérica. Apesar do fato de que os templos estão separados por mais de 14.000 quilômetros, eles apresentam semelhanças incríveis que ninguém foi capaz de explicar.

Há tantos paralelos entre estas duas estruturas, que chega a ser incrível.

É inacreditável que os estudiosos não reconheceram os paralelos entre estas duas estruturas até recentemente, e nem notaram que há mais estruturas em todo o mundo, que também são assustadoramente semelhantes em projeto.

Então, sabemos as semelhanças estão lá, mas como podem ser explicadas?

Seria possível que ambas as civilizações antigas estavam usando o mesmo projeto?

Mas se usaram o mesmo projeto, de onde ele veio?

Seria possível que ambos sítios, aparentemente não relacionados, separados por milhares de quilômetros compartilharam de um arquiteto em comum? Um construtor em comum? Um que, como muitos autores têm sugerido, não é da Terra, mas sim das estrelas?

O construtor – um deus das estrelas?

O folclore cambojano atribui a construção de Angkor a Preah Pisnokar, um ser considerada metade-humano, metade divino.

Preah Pisnokar era o filho da deusa da Lua e um homem mortal.

Um dia, a deusa decidiu levar Pisnokar para o céu, onde ele conheceu a grande alto deus Indra, que determinou que uma educação especial deveria ser dada ao jovem.

Uma vez no céu,  foi dado a Pisnokar o conhecimento sobre matemática, engenharia, arquitetura e várias outras disciplinas científicas.

Se dermos uma olhada na teoria dos astronautas da antiguidade, vemos que há paralelos interessantes entre a civilizações maia e cambojana e suas histórias.

Se dermos uma olhada nos manuscritos maias, o deus Kukulkan é responsável pela arquitetura e projeto de suas pirâmides e templos.

Ele também foi o Deus que deu conhecimento sobre matemática, engenharia e outras disciplinas científicas diferentes à humanidade, basicamente as instruções idênticas atribuídos a Pisnokar.

Foi dito que Kukulkan desceu de uma estrela.

Na mitologia maia, Kukulkan é retratado como uma serpente emplumada, mas ele também era visto como um grande ser que usava um capacete; mas não apenas qualquer capacete, um com raios sobre ele, e ele foi retratado sentado em uma ‘nave’ em formato de ovo, meio aberta.

Segundo a mitologia da América Central, ele era um professor; ele era o ‘portador do conhecimento.’

Em outras palavras, de acordo com a teoria dos astronautas da antiguidade, ele era um extraterrestre de carne e osso.

Mas seria possível que estes dois arquitetos do outro mundo eram de fato o mesmo ente?

E se assim for, seria possível haver mais evidências de um mesmo ‘mestre de obras’ em outras partes do planeta também?

(Fonte)

Tudo aquilo relatado pelas civilizações da antiguidade que saia até mesmo um pouco da normalidade imposta a nós é automaticamente taxado pelos arqueólogos convencionais como lenda ou mito. Será mesmo que esses povos da antiguidade só sabiam escrever baboseiras e maluquices, ou os malucos somos nós em desconsiderarmos as informações que inúmeras civilizações ao redor do mundo deixaram para nós?

Fonte: http://ovnihoje.com/2017/11/07/similaridades-impossiveis-2-templos/

As trombetas do apocalipse estão de volta – desta vez no Canadá e na Indon


07/11/2017

As assim chamadas trombetas do apocalipse continuam assombrando as pessoas pelo mundo afora. Os casos mais recentes ocorreram em pontos opostos do mundo.

Veja:

As trombetas do apocalipse estão de volta

Pessoas ao redor do mundo têm reportado sons assustadores, quase apocalípticos. De acordo com as testemunhas deste fenômeno inexplicável, eles escutam zumbidos e fortes estrondos, sons metálicos ou parecidos como trombetas vindos do céu.

Mas esses sons realmente vêm do céu ou algo mais está acontecendo?

Uma investigação aprofundada sobre esta questão, conduzida por Linda Molten Howe, mostrou que o segredo destes sons está no interior da Terra.

E mais uma vez esses sons foram ouvidos. Desta vez os sons estranhos similares a trombetas foram ouvidos vindos do céu no centro de Calgary, Alberta, Canadá, em 02 de novembro de 2017 às 21h30 pm, horário local, e um dia antes, em 1º de novembro de 2017, sons semelhantes foram ouvidos em vários locais da Indonésia.

Veja os vídeos abaixo:

Canadá:

Indonésia:

O caso dos misteriosos ruídos apelidados de ‘trombetas do apocalipse’ já vem assombrando (e irritando) as pessoas pelo mundo todo há algum tempo. Embora em alguns casos a fonte desses ruídos é determinada, a maioria das vezes eles permanecem um mistério. Isto sem contar que, além dos sons similares a trombetas, há ainda os misteriosos estrondos, tremores e flashes de luz.

Muitas teses foram apresentadas sobre o que poderia estar causando este fenômeno, que vão desde bases militares sendo construídas no subterrâneo, até manifestações alienígenas ou mesmo divinas. Contudo, nada ainda é conclusivo.

Fonte: http://ovnihoje.com/2017/11/07/as-trombetas-do-apocalipse-estao-de-volta/

Strange Sounds Downtown Calgary, November 2/2017

SUARA TEROMPET dari langit terdengar diberbagai negara hingga hebohkan d...

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

UFOs Nos céus de Haifa, Israel pegou mais de 10 câmeras

Múltiplas testemunhas registram o mesmo avistamento de OVNIs em Israel


Aqui está um vídeo interessante, pois mostra a filmagem feita por 10 testemunhas diferentes, mostrando OVNIs que apareceram no céu de Haifa, em Israel. Aparentemente o evento ocorreu no mês de outubro, pois o vídeo foi publicado no YouTube em 31 de outubro passado (2017).

Talvez, algum leitor do OH que more em Israel possa nos elucidar quanto a este avistamento.

Veja:

É possível que aquilo que se vê no vídeo seja parte de alguma manobra militar, mas mesmo assim, chamou a atenção de várias pessoas.

n3m3

Fonte: http://ovnihoje.com/2017/11/03/multiplas-testemunhas-registram-o-mesmo-avistamento-de-ovnis-em-israel/